Nos bastidores da história: o contato entre índios e negros no século XVIII

  • Daniella Santos Alves
  • Marcel Mano

Resumo

O artigo assenta-se no estudo de parte de uma documentação histórica referente à região do atual Triângulo Mineiro, com vistas a contribuir para a reconstituição do panorama etnográfico e histórico do contato entre índios e negros na região. A partir de sucessivas interpretações e análises do material coletado objetivamos pôr em evidência uma complexa rede de identidades e alteridades no eixo das coexistências e das sucessões espaço-temporais entre os Kayapó meridionais e os negros fugidos da escravidão. Para tanto, o diálogo fecundo entre Antropologia e História respalda a interpretação das fontes coletadas nos arquivos e bibliotecas.

Palavras-chave: Contato. Identidade. Relações interétnicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniella Santos Alves
Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), foi bolsista de Iniciação Científica (PIBIC/UFU/CNPq) e atualmente é mestranda no PPGCS - UFU.
Marcel Mano
Doutor em Antropologia, é professor adjunto do Instituto de Ciências Sociais (INCIS) e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).
Publicado
2015-12-18
Seção
Artigo Livre