Boitempo de Carlos Drummond de Andrade: confluências entre memória, poesia e história

  • Kênia Maria de Almeida Pereira Universidade Federal de Uberlândia.

Resumo

Há inúmeros estudos e teses sobre a obra do poetamineiro, Carlos Drummond de Andrade, no entanto,pouco se tem comentado sobre seu livro de memórias,intitulado Boitempo. Nesta obra, Drummond evoca, deforma poética, sua infância em Itabira, a convivênciaconflituosa com o pai, os medos e surpresas daadolescência, a descoberta da sexualidade, bem como asprimeiras vivências educacionais, além de outros temasque caminham entre a singeleza e a complexidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kênia Maria de Almeida Pereira, Universidade Federal de Uberlândia.
Professora de Literatura no Curso de Pós-graduação em Educação do Centro Universitário do Triângulo / UNITRI.Uberlândia-MG e no Mestrado de Teoria Literária da UFU / Universidade Federal de Uberlândia.Doutora em Letras pela UNESP/São Paulo
Publicado
2009-09-15
Seção
Artigos