Cotidiano (re) inventado: sociabilidades e relações de vizinhança no entorno do rio São Marcos em Goiás

  • Anderson Aparecido Gonçalves de Oliveira Universidade Federal de Uberlândia / Faculdade de Ciências Integradas do Pontal - UFU/FACIP
  • Cairo Mohamad Ibrahim Katrib Universidade Federal de Uberlândia / Faculdade de Ciências Integradas do Pontal - UFU/FACIP
Palavras-chave: Vivências, Identidade, Práticas culturais,

Resumo

O presente trabalho apresenta o resultado de uma pesquisa que analisa as experiências dos sujeitos das áreas rurais afetadas pela UHE Serra do Facão, especificamente nas comunidades: Lagoinha (Fazenda Pires), Mata Preta e Anta Gorda no município de Catalão-GO, e ainda dentro deste recorte espacial a Comunidade Lemes em Davinópolis-GO, as quais localizam-se no Sudeste Goiano. O Foco de nossa análise são as práticas e saberes rurais, perpassando pela religiosidade desses atores, como expressão de seus modos de vida que fazem emergir as relações de cooperação, vínculos identitários, além de suas variadas formas de sociabilidades, as quais são marcas culturais bastante significativas e difundidas durante as comemorações, sejam elas devocionais ou não, com destaque para a festa de São Sebastião.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anderson Aparecido Gonçalves de Oliveira, Universidade Federal de Uberlândia / Faculdade de Ciências Integradas do Pontal - UFU/FACIP
Tem experiência na área de História, atuando principalmente nos seguintes temas: Festas, Universo rural, Memória, Religiosidade, Sociabilidade e Cultura. Graduado em Licenciatura e Bacharelado em História pela Universidade Federal de Uberlândia / Faculdade de Ciências Integradas do Pontal (UFU/FACIP), 2007 a 2011. Faz parte do grupo de pesquisadores que compõe o Laboratório de Pesquisa em Cultura Popular e Vídeo Documentário (DOCPOP), o qual é vinculado ao Instituto de História da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Possui publicações e pesquisas relacionadas a sua formação, com ênfase em História Cultural. Atualmente é mestrando pela Linha de Pesquisa "História a Cultura" do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).
Cairo Mohamad Ibrahim Katrib, Universidade Federal de Uberlândia / Faculdade de Ciências Integradas do Pontal - UFU/FACIP
Docente do curso de História da Universidade Federal de Uberlândia-UFU/Faculdade de Ciências Integradas do Pontal-FACIP; do curso de especialização em História Africana e Cultura Afro-Brasileira - NEAB-UFU; do curso de Especialização em Docência na Diversidade para a Educação Básica - FACED/UFU.
Publicado
2012-12-26
Seção
Dossiê Cultura popular, ensino de História e linguagens audiovisuais