Jogo de cena: Memória(s), Narrativa(s) e testemunho(s)

  • Juliana Muylaert Mager
Palavras-chave: Documentário, narrativa, testemunho, Jogo de cena, historiografia

Resumo

Neste artigo, pretende-se abordar as relações entre cinema e história, tendo como ponto de partida o documentário Jogo de cena (2007), do diretor brasileiro Eduardo Coutinho. Passando por reflexões do campo da historiografia e do documentário em torno dos conceitos de testemunho e narrativa, propõe-se uma leitura relacionando estes dois campos tanto ao lidar com os testemunhos e a memória, como na sua constituição enquanto formas narrativas. Dessa maneira, uma aproximação entre o cinema documentário e a história pode ser construída por meio de dilemas partilhados, especialmente de uma preocupação ética, em que a ideia de encontro parece ocupar lugar significativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Muylaert Mager
Graduada em História pela Universidade Federal de Uberlândia. Foi bolsista de Iniciação Científica do CNPq de agosto de 2008 a julho de 2010.
Publicado
2012-03-08
Seção
Artigos