Economia camponesa e resistência territorial no assentamento Chico Mendes – PE/Brasil

Main Article Content

Cláudio Ubiratan Gonçalves
Alexandre Chaves Bezerra
Anamaria Melo Medeiros
Andrés Felipe Bernal
Izabela Cristina Gomes da Silva
Diego Felipe dos Santos
Maria Rosana da Costa Oliveira
Taíse dos Santos Alves

Resumo

Este artigo resulta do projeto internacional ‘Entre la consolidación y la descomposición de las economías campesinas. Una lectura comparada de las experiencias de Brasil y Colombia ’. Nessa primeira etapa, buscamos fazer um estudo acerca das unidades produtivas do assentamento rural Chico Mendes – PE a partir da perspectiva teórica Economia Camponesa. Para obtenção dos resultados utilizamos a metodologia MESMIS (Marco para Evaluación de Sistemas de Manejo de Recursos Naturales Incorporando Indicadores de Sustentabilidad) juntamente com pesquisa-participante de Brandão (2007). A partir dessas metodologias podemos verificar as estratégias de acesso aos ‘mercados’ utilizadas pelos camponeses do Assentamento rural Chico Mendes e como elas refletem na resistência territorial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Gonçalves, C. U., Bezerra, A. C., Medeiros, A. M., Bernal, A. F., Silva, I. C. G. da, Santos, D. F. dos, Oliveira, M. R. da C., & Alves, T. dos S. (2019). Economia camponesa e resistência territorial no assentamento Chico Mendes – PE/Brasil. CAMPO - TERRITÓRIO: REVISTA DE GEOGRAFIA AGRÁRIA, 14(33 Ago.). https://doi.org/10.14393/RCT143305
Seção
Artigos