Construção da usina hidrelétrica de Cana Brava em Minaçu (GO): conflitos sociais e o dilema do desenvolvimento / Construcción de hidroléctrica de Cana Brava em Minaçu (GO): conflictos sociales y el dilema del desarrollo

Main Article Content

Hamilton Matos Cardoso Júnior
Divina Aparecida Leonel Lunas

Resumo

A Usina Hidrelétrica de Cana Brava situa-se no município de Minaçu - Goiás. Desde sua construção, os grupos sociais afetados enfrentam uma complexa e duradoura luta social, apoiada pelo Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), em busca de seus direitos. Este trabalho tem como objetivo realizar uma análise dos impactos e conflitos causados com construção da Barragem de Cana Brava, destacando a inserção do MAB nesse contexto. Para a realização deste trabalho procedeu-se a alguns passos metodológicos, dentre eles: pesquisa bibliográfica (técnica e teórica), elaboração e aplicação de instrumentos de pesquisa (entrevistas) e realização de trabalho de campo. Contata-se que o processo de construção da hidrelétrica baseou-se em uma lógica excludente e arbitrária, gerando impactos diretamente na dimensão social do município, atingindo, principalmente, pequenos proprietários de terras; comunidades tradicionais; garimpeiros; arrendatários e trabalhadores rurais. Conclui-se que a presença desse projeto não contribuiu para a melhoria de vida da população, concretizando apenas os interesses externos em detrimento dos locais, não contribuindo, dessa forma, para o desenvolvimento social e econômico de Minaçu e seu entorno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Cardoso Júnior, H. M., & Lunas, D. A. L. (2019). Construção da usina hidrelétrica de Cana Brava em Minaçu (GO): conflitos sociais e o dilema do desenvolvimento / Construcción de hidroléctrica de Cana Brava em Minaçu (GO): conflictos sociales y el dilema del desarrollo. CAMPO - TERRITÓRIO: REVISTA DE GEOGRAFIA AGRÁRIA, 13(29 Abr.). https://doi.org/10.14393/RCT132910
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Hamilton Matos Cardoso Júnior, Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Mestre em Ciências Sociais e Humanidades pelo Programa de Mestrado em Territórios e Expressões Culturais no Cerrado

Divina Aparecida Leonel Lunas, Universidade Estadual de Goiás (UEG) - Mestrado Interdisciplinar em Territórios e Expressões Culturais no Cerrado (TECCER).

Doutora em Desenvolvimento Econômico/Unicamp