A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA RECUPERAÇÃO E CONSERVAÇÃO DE RECURSOS NATURAIS: a percepção de assentados rurais no cerrado goiano / ENVIRONMENTAL EDUCATION IN RECOVERY AND CONSERVATION OF NATURAL RESOURCES: the perception of rural settlements in cerrado goiano

José Carlos Moreira de Souza, Lenicio Gonçalves, Ana Maria Dantas Soares

Resumo


O presente trabalho foi realizado com os parceleiros do Assentamento Poções, localizado às margens do Rio das Almas no município de Rialma, Estado de Goiás. O objetivo consistiu em diagnosticar, analisar e compreender como os parceleiros interagem com o ambiente no seu cotidiano e implementar uma ação extensionista nessa realidade. O método utilizado foi a pesquisa qualitativa, através de revisão bibliográfica e levantamento de dados por meio da observação participante e aplicação de questionários a 46 proprietários de parcelas. Constatou-se que a maioria dos parceleiros entrevistados, embora inseridos num processo de uso e produção do espaço que não estão de acordo às práticas sustentáveis, demonstram o domínio de conceitos relacionados ao uso sustentável dos recursos naturais. A partir dessas percepções, buscou-se propor uma concepção de Educação Ambiental (EA) que vislumbre a necessidade de colocar em prática os conhecimentos construídos, principalmente no que se refere ao uso correto dos recursos naturais. As experiências vivenciadas junto ao Assentamento Poções mostraram o quanto é importante a valorização das percepções de uma dada comunidade a respeito do ambiente em que vive. A pesquisa desdobrou-se numa proposta de (EA) na perspectiva da recuperação e conservação dos recursos naturais, a ser adotada pelo Instituto Federal Goiano – Campus Ceres (IF Goiano) em atividades/projetos de extensão rural. Busca-se, através desse tipo de intervenção, garantir o uso racional dos recursos naturais do Assentamento e desenvolver uma nova perspectiva para a atuação da Instituição enquanto executora de políticas públicas.

Texto completo:

PDF


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS: