REFLEXÕES PARADIGMÁTICAS SOBRE A QUESTÃO AGRÁRIA NO BRASIL: dissídios e consensos / PARADIGMATICS REFLECTIONS ON THE AGRARIAN QUESTION: dissonants and consensus

Main Article Content

José Aparecido Lima Dourado

Resumo

O presente artigo trata das contradições teóricas existentes acerca das interpretações e/ou paradigmas acerca dos estudos agrários no Brasil, de maneira a compreender a multiplicidade conceitual que circunscreve as correntes que se encarregam de abordar a temática. É, pois, uma tentativa de destacar os aspectos conflitantes que envolvem os estudos sobre a geografia agrária, de maneira a trazer para o centro do diálogo as concepções das matrizes teóricas marxista-leninista e chayanoviana, cujas abordagens debatem sobre as possibilidades e condicionantes que perpassam o campesinato no capitalismo. Cabe uma advertência, pois, não abordarei aqui todas as nuances que envolvem as interpretações sobre o desenvolvimento do capitalismo no campo, pois darei ênfase às principais teses sobre a expansão do capitalismo agrário no Brasil.

Palavras-chave: Paradigmas. Campesinato. Geografia Agrária. Capitalismo. Camponês.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Lima Dourado, J. A. (2010). REFLEXÕES PARADIGMÁTICAS SOBRE A QUESTÃO AGRÁRIA NO BRASIL: dissídios e consensos / PARADIGMATICS REFLECTIONS ON THE AGRARIAN QUESTION: dissonants and consensus. CAMPO - TERRITÓRIO: REVISTA DE GEOGRAFIA AGRÁRIA, 5(9). Recuperado de http://www.seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/11959
Seção
Artigos
Biografia do Autor

José Aparecido Lima Dourado, Universidade Federal de Goiás

Licenciado em Geografia pela Universidade do Estado da Bahia, tenho especialização em Gestão e Educação Ambiental pela Faculdade da Cidade. SOu professor da rede municipal de Livramento de Nossa Senhora/BA e atualmente estou afastado das minhas funções por conta do mestrado.