GEOTURISMO COMO ALTERNATIVA AO TURISMO DE MASSA NA VILA DE TRINDADE, LITORAL DO PARQUE NACIONAL DA SERRA DA BOCAINA – PARATY (RIO DE JANEIRO)

Main Article Content

Luana de Almeida Rangel
Antonio Jose Teixeira Guerra

Resumo

O geoturismo é uma vertente do turismo, que tem como objetivo a geoconservação e a redução do turismo de massa, agregando a participação da comunidade local ao processo de conservação. Unidades de Conservação, muitas vezes sofrem com turismo de massa, devendo estimular atividades que visem à conservação da natureza. Este artigo tem como objetivo, apresentar o potencial geoturístico da Vila de Trindade, litoral do Parque Nacional da Serra da Bocaina município de Paraty, enfatizando a importância da cultura caiçara local e propondo atividades alternativas ao turismo de massa. Para isso, foi realizada a análise qualitativa do potencial geoturístico da área com base em valores: intrínseco, cultural, estético, econômico, funcional e científico/educativo; e a geodiversidade foi valorada a partir da perspectiva de serviços ecossistêmicos. Ficou evidente que os sítios de geodiversidade necessitam de estratégias para sua conservação e reconhecimento. As ações da comunidade local, como a criação da Escola do Mar, para divulgar a cultura caiçara, são essenciais para alcançar os objetivos do geoturismo. Diante disso, o investimento em ações de conscientização para importância do geopatrimônio se fazem essenciais em Unidades de Conservação nas quais há turismo de massa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Luana de Almeida Rangel, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Departamento de Geografia, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Professora da SME-RJ. Doutora e mestre em Geografia pela UFRJ. Especialista em Análise Ambiental e Gestão do território (ENCE-IBGE). Pesquisadora associada do Laboratório de Geomorfologia Ambiental e Degradação dos Solos (LAGESOLOS - UFRJ).

Antonio Jose Teixeira Guerra, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Departamento de Geografia, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Professor titular do departamento de Geografia da UFRJ. PhD em erosão dos solos. Coordenador do Laboratório de Geomorfologia Ambiental e Degradação dos Solos (LAGESOLOS - UFRJ).