ATRAVESSANDO FRONTEIRAS: A DIMENSÃO VIVIDA DA DESTERRITORIALIZAÇÃO DE BRASILEIROS EM PORTUGAL E ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

Main Article Content

Adelia Verônica Silva

Resumo

Inserido em uma perspectiva de análise do fenômeno migratório que, além dos motivos econômicos como fatores de atração e repulsão de fluxos migratórios, privilegia outras dimensões, no presente artigo buscou-se abordar especificamente o processo de construção do projeto de mobilidade internacional de imigrantes brasileiros para as cidades de Lisboa-Portugal e Los Angeles-EUA. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com 32 imigrantes brasileiros. Para orientar a interpretação da migração internacional foi utilizada uma abordagem territorial/espacial que possibilitasse integrar, simultaneamente, as dimensões materiais e simbólicas objetivas e subjetivas do processo de migração enquanto um processo inicialmente de desterritorialização, compreendida enquanto um processo de desenraizamento original iniciado pelo movimento migratório, e que se dá, em termos existenciais, pela alteração da territorialidade consolidada dos sujeitos, ou seja, de atravessar as fronteiras dos lugares vividos. Esta abordagem busca ultrapassar os limites do nacionalismo metodológico na compreensão dos processos de mobilidade internacional de brasileiros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Adelia Verônica Silva, Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa

Estudante de doutorado do curso de Migrações do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa.