AS DIRETRIZES PARA A FORMAÇÃO DOCENTE E O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): A FORMAÇÃO INICIAL DOS PROFESSORES DE GEOGRAFIA E O ENSINO NA CONTEMPORANEIDADE

Main Article Content

Josias Ivanildo Flores de Carvalho
Francisco Kennedy Silva dos Santos
Laryssa de Aragão Sousa

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar de maneira crítico-situacional as diretrizes para a formação inicial de professores de Geografia, a partir da resolução de nº 2 de 1º de julho de 2015 que define as Diretrizes Curriculares Nacionais - DCNs para a formação inicial em nível superior de professores e destacar a importância do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) no processo de formação inicial dos licenciandos em Geografia. Para a realização deste estudo utilizou-se a pesquisa qualitativa dado que privilegia a temática escolhida, fazendo uso especificamente de análise documental e revisão de literatura. A fundamentação teórica está ancorada no campo da Geografia e da Educação, construindo assim uma reflexão crítica a respeito da formação inicial dos licenciandos em Geografia, na pretensão de uma educação geográfica mais significativa na contemporaneidade.  Diante disto, pode-se afirmar que quando as diretrizes curriculares para a formação inicial dos professores estão bem desenhadas e atreladas também a programas de incentivo à docência, com destaque para o PIBID, pode-se avançar em questões fundamentais para as licenciaturas, como uma formação inicial exitosa e professores com habilidades fundamentais para um ensino-aprendizagem de Geografia mais voltada a questões atuais dos alunos e da sociedade globalizada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Josias Ivanildo Flores de Carvalho, Universidade Federal de Pernambuco-UFPE

Mestrando pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia - PPGEO

Universidade Federal de Pernambuco - UFPE

Bolsista de Mestrado pelo CNPq.