AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS NA BACIA DO RIBEIRÃO DAS ARARAS, CÓRREGO DANTA (MG)

Euler Correa Assis, Frederico wagner Azevedo Lopes

Resumo


As atividades agropecuárias em bacias hidrográficas geram danos ambientais significativos sobre as águas superficiais. Assim, a avaliação da qualidade da água, consiste em uma ferramenta importante na quantificação dos danos causados pelas diversas atividades antrópicas desenvolvidas na bacia hidrográfica. Neste contexto, este trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade das águas superficiais na bacia do ribeirão das Araras, no município de Córrego Danta, no Centro-Oeste de Minas Gerais, região do Alto São Francisco, bem como verificar a influência das diferentes tipologias de uso e ocupação do solo verificadas a partir de trabalhos de campo e imagens de satélite. Dentre os parâmetros avaliados, a Escherichia coli, Fósforo e Turbidez apresentaram desconformidade aos limites legais estabelecidos para classe de enquadramento de corpos d´água, indicando a influência negativa da suinocultura no baixo curso da bacia, realizada sem a adoção de manejo adequado à mitigação dos impactos ambientes inerentes a este tipo de atividade.


Palavras-chave


cobertura do solo, impacto ambiental, poluição aquática, suinocultura.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14393/RCG186306