ENVELHECIMENTO POPULACIONAL NA GALÍCIA: O CASO DO MUNICÍPIO DE LUGO NA ESPANHA

Main Article Content

Judite de Azevedo do Carmo
Márcio José Celeri
Rodolfo Dias da Silva

Resumo

A Espanha tem sofrido um processo de envelhecimento em uma escala mais rápida que a maioria dos demais países da Europa, fato similar tem ocorrido na Galícia. Neste artigo pretende-se expor o quadro do envelhecimento da população da Espanha e da Galícia; contudo, o objetivo central da pesquisa apresentada consiste em uma análise da estrutura demográfica do município de Lugo, pertencente a província de mesmo nome, que com mais três províncias, compõe a região da Galícia; referenciando as taxas de natalidade e mortalidade, a migração e a composição por sexo. Para tanto recorreu-se a uma larga revisão bibliográfica de obras brasileiras e espanholas, bem como a análise de dados secundários e terciários obtidos junto ao Instituto Nacional de Estadística da Espanha- INE, estimativas elaboradas pela Divisão de População das Organizações Unidas, pelo Instituto Galego de Estatísticas -IGE, e Cadernos Temáticos sobre demografia elaborados pela Fundación Banco Bilbao Vizcaya Argentaria-FBBVA. Os resultados da pesquisa comprovam o envelhecimento demográfico da Espanha; no caso da Galícia, esse processo vem ocorrendo desde a metade do século XX, especialmente nas zonas rurais; e, em Lugo, a população já podia ser considerada envelhecida desde 1999, com intensificação desta característica no ano de 2012.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Judite de Azevedo do Carmo, Universidade do Estado de Mato Grosso

Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Urbana, atuando principalmente nos seguintes temas: Comércio e Consumo, Arranjo Produtivo Local, Espaço Urbano, Dinâmicas Socioespaciais, Uso e Ocupação do Solo, Docência no Ensino Superior e Básico.

Márcio José Celeri, Universidade Federal do Maranhão

Possui graduação em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2005), mestrado em Engenharia Urbana pela Universidade Federal de São Carlos (2008) e Doutorado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2012). pesquisador da Fundação de Amparo a Pesquisa do Maranhão na modalidade Bolsa de Estímulo a Inovação-BEI

Rodolfo Dias da Silva, Universidade Estadual Paulista

Tem experiência na área de Geografia, com ênfase nos seguintes temas: geomorfologia, cartografia geomorfológica, antropogeomorfologia, uso da terra, drenagem urbana, gestão de recursos hídricos, modelagem hidrológica, plano de drenagem urbana e planejamento ambiental.