A DINÂMICA DO AGRONEGÓCIO E A CONSOLIDAÇÃO DE UMA AGRICULTURA CIENT͍FICA GLOBALIZADA NO MUNICÍPIO DE UBERABA (MG)

  • Henrique Faria Santos Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Palavras-chave: Agricultura Científica, Globalização, Relações Campo-Cidade, Commodities

Resumo

O presente artigo objetiva fazer uma análise da dinâmica do agronegócio no município de Uberaba (MG), cuja identificação de determinadas características técnicas e organizacionais evidenciam a presença de uma agricultura científica e globalizada. Este município têm passado por uma intensa especialização territorial produtiva nos últimos anos, voltada para o mercado de algumas commodities agrícolas, como grãos (soja e milho), cana-de-açúcar (açúcar) e pecuária intensiva (carnes). A concentração de empresas (indústrias de bens de consumo agrícola e agroindústrias), serviços e infraestruturas especializadas à produção, comércio e logística de produtos agropecuários tornam a cidade de Uberaba altamente funcional ao agronegócio regional (Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba), contribuindo, de um lado, para suprir as necessidades do campo moderno, e do outro, mediar as relações local-global. As sistematizações teóricas e de alguns dados e informações, obtidas através de pesquisa estatística-documental e trabalhos de campo, permitem elencar várias características técnicas e normativas presentes no município que se associam à agricultura científica globalizada, paradigma hegemônico de produção agrícola emergente no Brasil após a década de 1990. Percebe-se um intenso uso de ciência, tecnologia e informação em diversas etapas agrícolas e agroindustriais, mas cuja existência muito depende de recursos financeiros oferecido parcialmente pelo Estado via crédito bancário subsidiado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Henrique Faria Santos, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Mestrando em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Graduado em Geografia Licenciatura (2011) e Bacharelado (2014) pela Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG).
Publicado
2017-03-31
Seção
Artigos