O SISTEMA TERMODINÂMICO DE CIDADES PEQUENAS: CONFIGURAÇÃO URBANO-RURAL COM USO DE TRANSECTOS MÓVEIS EM AGUDO/RS, SITUAÇÃO VERANIL DE JANEIRO DE 2016

Jonathan Júlio Kegler, Cássio Arthur Wollmann, Bruna Cassiele Bandeira

Resumo


O objetivo geral desta pesquisa foi o de verificar a influência do sítio urbano e do uso do solo urbano e entorno rural próximo na definição do Sistema Termodinâmico de Agudo em condições climáticas veranis em janeiro de 2016. Foram feitos transectos móveis para coleta de dados de temperatura e umidade relativa em três horários distintos: às 6h, 15h e 21h, com o auxílio de datalogger e GPS. Os dados coletados foram tabulados e espacializados com auxílio de GIS para posterior análise com os dados geoecológicos e geourbanos de Agudo. Houve formação de ilha de frescor de fraca magnitude, com 1°C, sob domínio do “Tempo Depressionário Continental”, associado ao domínio da Massa Tropical Continental. A formação das ilhas de calor estiveram associadas aos domínios atmosféricos tropicais, como a Massa Tropical Atlântica, formando o “Tempo Anticiclônico Tropical Marítimo” e Massa Tropical Continental, formando o “Tempo Depressionário Continental”.


Palavras-chave


Sistema termodinâmico, cidades pequenas, verão, Agudo/RS.

Texto completo:

PDF


DOI (PDF): http://dx.doi.org/10.14393/RCG186204