USO E OCUPAÇÃO DO SOLO EM ÁREAS DE ASSENTAMENTOS RURAIS NO NORTE DE MINAS GERAIS

Main Article Content

Rodrigo Praes de Almeida
Leidivan Almeida Frazão
Marcos Esdras Leite
Luiz Arnaldo Fernandes

Resumo

Com a intensificação das atividades humanas, com aumento das taxas de uso e ocupação dos solos, aumentaram as discussões no âmbito da reforma agrária e da viabilidade dos assentamentos rurais. Assim, este estudo teve como objetivo comparar o uso e a ocupação dos solos em áreas de assentamentos rurais na região norte de Minas Gerais. Três assentamentos rurais foram selecionados para comparação das classes de uso da terra nos anos de 2003 e 2014, com auxílio de técnicas de sensoriamento remoto. A amostragem de solo foi realizada nas classes do uso definidas para determinação dos atributos químicos. Os resultados obtidos foram submetidos à análise de variância e as médias pelo teste de Tukey (p<0,05), com auxílio do programa R. Foi possível verificar que os três assentamentos rurais, apresentaram decréscimo nas áreas de vegetação nativa e acréscimo nas áreas de culturas e de solo exposto. Na análise da acurácia da classificação foi observado um índice Kappa satisfatório, e pode-se inferir que os assentamentos rurais tiveram significante mudança no intervalo de 11 anos de uso. A fertilidade do solo melhorou na camada superficial (0-20 cm) das áreas ocupadas com culturas e que foram bem manejadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Rodrigo Praes de Almeida, Universidade Federal de Minas Gerais / Professor do departamento de Engenharia Agrícola e Ambiental da UFMG e Professor do departamento de Geociências da Unimontes

Doutorando em Engenharia Ambiental pela UFMG, área de concentração em Meio Ambiente. Mestre em Produção Vegetal (

Leidivan Almeida Frazão, Universidade Federal de Minas Gerais / Professora do Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal da UFMG

Professora da Universidade Federal de Minas Gerais. Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de São Carlos (2004) ,mestrado em Ciências (área de concentração em Química na Agricultura e no Ambiente) pelo Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA/ USP) e doutorado em Agronomia (área de concentração em Solos e Nutrição de Plantas) pela Escola Superior de Agricultura &quot;Luiz de Queiroz&quot; (ESALQ/ USP), em parceria com a Colorado State University (Estágio Sanduíche).

Marcos Esdras Leite, Universidade Estadual de Montes Claros / Professor do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Unimontes

Professor do Departamento de Geociências Universidade Estadual de Montes Claros-UNIMONTES. Professor do Programa de Pós-Graduação em Geografia/ UNIMONTES e Professor do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Social/ UNIMONTES. Doutor em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU. Mestre em Geografia nessa mesma instituição. Tem experiência na área de ensino e pesquisa em Geografia, com ênfase em SIG e Sensoriamento Remoto aplicado à estudos socioambientais. Coordenador do Laboratório de Geoprocessamento/UNIMONTES. Editor da Revista Desenvolvimento Social (RDS). Realizou estágio técnico de doutoramento na Universidade Nova de Lisboa com bolsa da FAPEMIG. Bolsista de produtividade da FAPEMIG.

Luiz Arnaldo Fernandes, Universidade Federal de Minas Gerais / Professora do Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal da UFMG

Professor Titular da Universidade Federal de Minas Gerais. Possui graduação em Agronomia (1994), Mestrado (1996) e Doutorado (1999) em Ciência do Solo pela Universidade Federal de Lavras (UFLA). No período de 1997 a 1999 foi professor substituto da UFLA e em 2000, tornou-se professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Instituto de Ciências Agrárias (ICA), Campus Montes Claros e, coordenador técnico do laboratório de Análise de Solo do ICA/UFMG . Foi Coordenador Acadêmico do Curso de Agronomia no período de 2000 a 2009 e representante da UFMG na Associación de Universidades Grupo Montevideo (AUGM) nos anos de 2006 a 2009. Esteve como sub-ccordenador do Curso de Mestrado em Produção Vegetal do ICA/UFMG, no período de agosto de 2011 a agosto de 2013. Atualmente é Coordenador do Programa de Pós-graduação em Produção Vegetal do ICA/UFMG e membro do Comitê Assessor das áreas de Ciências Biológicas e Agrárias da Pró-Reitoria de Pesquisa - UFMG. Coordenou o Programa Interlaboratorial de Controle de Qualidade de Análise de Solo de Minas Gerais (PROFERT-MG) - biênio 2011 a 2012 e 2013 a 2014.Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fertilidade do Solo, Adubação e Nutrição de Plantas e Microbiologia do Solo.