UTILIZAÇÃO DE ABRIGOS TERMO-HIGROMÉTRICOS ALTERNATIVOS

Main Article Content

Marcos de Oliveira Valin Júnior
Flávia Maria de Moura Santos
Marta Cristina de Jesus Albuquerque Nogueira
Carlo Ralph De Musis
José de Souza Nogueira

Resumo

Este trabalho teve por objetivo levantar os tipos de abrigos alternativos para termo-higrômetros (temperatura e umidade) utilizados, reproduzi-los e testa-los para comparação dos dados obtidos a partir de um padrão de referência, instalados em campo aberto para garantir o mesmo ambiente para o estudo, visando avaliar e qualificar esses abrigos quanto ao seu desempenho, custo e praticidade de manuseio para utilização em pesquisas de clima urbano. Com os dados coletados realizaram-se diversas analises gráficas e estáticas. Com base no desempenho dos abrigos alternativos analisados, tem-se que os abrigos fabricados com tubo de PVC na vertical e com pote de sorvete não se demonstram eficientes para a coleta de dados em pontos fixos, principalmente se utilizados durante o dia. Quanto aos demais tipos, o com pratos plásticos, tubo de PVC na horizontal e casa de madeira, se mostraram alternativas viáveis quanto ao desempenho, cabendo analisar o local onde será utilizado para definir qual deles melhor se adapta, pois o horizontal depende de já conhecer o sentido da direção do vento, o de madeira do espaço disponível devido ao seu tamanho e peso e o de pratos depende da disponibilidade de pratos plásticos na cor branca.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Marcos de Oliveira Valin Júnior, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Cuiabá

Graduado no Curso Superior de Tecnologia em Controle do Obras pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT) e MBA Perícia, Auditoria e Gestão Ambiental (IPOG). Mestrando em Física Ambiental na UFMT.

Flávia Maria de Moura Santos, Professora do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental - UFMT

Professora do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental - UFMT

Marta Cristina de Jesus Albuquerque Nogueira, Professora do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental - UFMT

Professora do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental - UFMT

Carlo Ralph De Musis, Professor do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental

Professor do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental

José de Souza Nogueira, Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental - UFMT

Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental - UFMT