GEOPROCESSAMENTO ALGÉBRICO UTILIZADO NA CARACTERIZAÇÃO DA FRAGILIDADE AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE SANTIAGO-RS

Main Article Content

Lueni Gonçalves Terra
Bruna Nascimento de Vasconcellos Schiavo
Willian Fernando de Borba
Manoela Mendes Duarte

Resumo

O geoprocessamento é uma ferramenta que tem sido utilizada em larga escala em estudos ambientais, pois permite a extração de informações com rapidez e acurácia. Estudos de fragilidade ambiental norteiam meios e condições para que todos os objetivos da conservação ambiental possam ser alcançados de forma harmônica. O presente estudo objetivou caracterizar a fragilidade ambiental do município de Santiago-RS, utilizando técnicas de geoprocessamento. Realizou-se um mapeamento temático da declividade, uso e ocupação da terra, tipo de solo e geologia, a partir da metodologia proposta por Ross (1994), logo foram atribuídos pesos de importância para cada um dos fatores e realizou-se uma álgebra de mapas. O resultado destacou que Santiago apresenta uma fragilidade média em 33,8% e muito alta em 29,3% da área estudada, fator que está associado a fatores antropogênicos, como urbanização e solo exposto. A partir dos estudos de fragilidade ambiental foi possível apontar as áreas onde a vulnerabilidade ambiental é considerada alta, possibilitando um melhor planejamento ambiental e auxílio para instituição de políticas públicas de ordenamento territorial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Seção
Artigos