INFLUÊNCIA DE DISTINTOS SISTEMAS ATMOSFÉRICOS NA TEMPERATURA DE SUPERF͍CIE DO MUNICÍPIO DE VITÓRIA (ES)

  • Wesley de Souza Campos Correa USP
  • André Luiz Nascentes Coelho UFES
  • Cláudia Câmara do Vale UFES
Palavras-chave: ilha de calor, uso e cobertura da terra, clima urbano

Resumo

O presente estudo teve por objetivo investigar a relação entre as mudanças de temperatura de superfície e usos e coberturas da terra do município de Vitória no estado do Espírito Santo, sob condições atmosféricas distintas, por meio de produtos orbitais, sub-orbitais, técnicas de sensoriamento remoto em ambiente SIG. Com a utilização do sensor infravermelho termal foi possível verificar que à aproximação da frente fria com vento predominante sul foi preponderante para minimização das ilhas de calor, e que durante a atuação da Alta Subtropical do Atlântico Sul (ASAS) estes fenômenos são mais intensos, evidenciando que os tipos de tempo são os principais fatores controladores da intensidade desse fenômeno. Os resultados extraídos durante a passagem do satélite evidenciaram áreas no município de Vitória com intensa emitância termal como áreas construídas, pavimentadas, telhados e outras superfícies típicas da paisagem urbana, bem como a distribuição heterogênea dessas respostas, resultando em temperaturas elevadas, sobretudo no dia 30 de julho de 2011. O estudo demostrou também que a utilização dessa técnica pode contribuir na perspectiva do planejamento urbano, na medida em que são definidos padrões na distribuição da temperatura da superfície de acordo com o uso e cobertura da terra.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-03-24
Seção
Artigos