INTERAÇÃO DAS VARIÁVEIS MICROCLIMÁTICAS E COBERTURA DO SOLO EM REGIÃO URBANA E LIMÍTROFE-URBANA NA CIDADE DE CUIABÁ/ MT

  • Carolina de Rezende Maciel Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental - UFMT.
  • Vanessa de Souza Luz Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental - UFMT.
  • Flávia Maria de Moura Santos Professora do Departamento de Arquitetura e Urbanismo e do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental - UFMT.
  • Marta Cristina de Jesus Albuquerque Nogueira Professora do Departamento de Arquitetura e Urbanismo e do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental - UFMT.
  • José de Souza Nogueira Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental da UFMT.
Palavras-chave: Clima urbano, bioclimatologia, cobertura do solo

Resumo

Este trabalho tem por objetivo geral analisar a interação das variáveis microclimáticas e cobertura do solo em região urbana e limítrofe-urbana na cidade de Cuiabá/ MT. Foram analisadas duas regiões com características distintas, durante os dois períodos climáticos característicos da região: quente-seco e quente-úmido. A Região 01 trata-se do campus da Universidade Federal de Mato Grosso localizado em área central e a Região 02 trata-se do bairro Pedra 90 localizado no limite do perímetro urbano do município. Com base nos dados apresentados, a Região 02 apresentou temperaturas mais amenas e maior umidade diante de equivalente radiação solar. No entanto, a Região 02 apresenta valores semelhantes à Região 01 nos horários de maior incidência solar, apresentando baixa inércia térmica. 

Biografia do Autor

Carolina de Rezende Maciel, Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental - UFMT.
Formada em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura, Engenharias e Tecnologia - FAET - da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT, Mestre em Física Ambiental, Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental / Instituto de Física / UFMT.
Vanessa de Souza Luz, Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental - UFMT.
Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura, Engenharia e Tecnologia da Universidade Federal de Mato Grosso-UFMT. Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental da UFMT Universidade Federal de Mato Grosso, na linha de Interação Biosfera-Atmosfera na área de climatologia ambiental sob a orientação da Profa. Dra. Marta Cristina de Jesus Albuquerque Nogueira. Membro do Grupo de Pesquisa em Tecnologia e Arquitetura Ambiental da UFMT. Experiência com pesquisa científica desde 2007, atuando como bolsista de Iniciação Científica (PIBIC) pelo CNPq na área de Arquitetura e Urbanismo nas sub-áreas de eficiência energética e conforto ambiental.
Flávia Maria de Moura Santos, Professora do Departamento de Arquitetura e Urbanismo e do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental - UFMT.
Arquiteta e Urbanista, graduada pela Universidade Federal de Mato Grosso (2005), Mestre em Física e Meio Ambiente pelo Programa de Pós-graduação em Física Ambiental na Universidade Federal de Mato Grosso em 29/10/2008. Doutora em Física Ambiental pela Universidade Federal de Mato Grosso em 25/10/2012, atua principalmente nos seguintes temas: sistemas urbanos, tecnologia construtiva e conforto ambiental.
Marta Cristina de Jesus Albuquerque Nogueira, Professora do Departamento de Arquitetura e Urbanismo e do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental - UFMT.
Graduada em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Mato Grosso (1988), mestrado em Arquitetura e Urbanismo na área de Tecnologia do Ambiente Construído pela Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo/USP (1991) e doutorado em Engenharia Civil pela Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo/USP (1996).
José de Souza Nogueira, Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental da UFMT.
Graduado em Física pela Universidade Federal de Mato Grosso (1980), Mestrado em Física Aplicada pela Universidade de São Paulo (1991) e Doutorado em Ciências pela Universidade de São Paulo (1995). Atualmente é professor Associado IV da Universidade Federal de Mato Grosso e Coordena o Mestrado e Doutorado em Física Ambiental. Pesquisa na área de Ciências Ambientais com ênfase em evapotranspiração, correlação de vórtices turbulentos, modelagem de trocas de energia entre superfície vegetada e atmosfera e dados micrometeorológicos.
Publicado
2014-09-24