APLICAÇÃO DO ALGORITMO SUPPORT VECTOR MACHINE NA ANÁLISE ESPAÇO-TEMPORAL DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NA BACIA DO RIO VIEIRA

Main Article Content

Adriana Aparecida Moreira
César Vinícius Mendes Nery
Fernando Hiago Souza Fernandes

Resumo

O mapeamento do uso e cobertura do solo permite a obtenção de informações que fomentam a construção de cenários ambientais e indicadores, como subsídios da avaliação da capacidade de suporte ambiental, sendo este realizado por meio de técnicas de classificação. O classificador Support Vector Machine (SVM) vem sendo empregado com sucesso na separação máxima das classes analisadas, com elevada acurácia. O objetivo deste trabalho é a aplicação do SVM para elaboração de mapeamentos do uso e ocupação da Bacia do Rio Vieira entre 1985 a 2010, nos quais se possam analisar as alterações ocorridas na paisagem. Os resultados mostraram que a classe mais representativa da bacia é a vegetação natural, no entanto, durante a análise foi verificada que esta sofreu pressões, devido ao avanço da mancha urbana da cidade, à prática de supressão vegetal e a implantação de áreas de pastagens. A classe área urbana se comportou de forma crescente, apresentando em 2010 uma área superior a 74  km², justificada pela criação de loteamentos, principalmente nas regiões periféricas. As classes pastagens e solo exposto mostraram-se inversamente proporcionais às áreas da classe vegetação, demonstrando dessa forma, pressões antrópicas sobre as áreas vegetadas da bacia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Adriana Aparecida Moreira, Faculdades Santo Agostinho

Engenheira Ambiental

César Vinícius Mendes Nery, Faculdades Santo Agostinho

Professor M.Sc. das Faculdades Santo Agostinho Doutorando em Geografia, PUC Minas, Montes Claros-MG

Fernando Hiago Souza Fernandes, Faculdades Santo Agostinho

Engenheiro Ambiental