CARACTERIZAÇÃO E SUSCEPTIBILIDADE ECOLÓGICA DOS FRAGMENTOS FLORESTAIS NAS BACIAS DO RIBEIRÃO DOURADINHO E RIBEIRÃO ESTIVA - MINAS GERAIS

Main Article Content

Josimar dos Reis de Souza
Lais Naiara Gonçalves dos Reis
Antônio Sousa Pedrosa

Resumo

Os fragmentos florestais estão sujeitos ao fenômeno conhecido como Efeito de Borda, que afeta a função ecológica dessas áreas em relação ao tamanho, formato do fragmento, matriz ao entorno e manejo das áreas de borda. Desse modo, este trabalho teve como principal objetivo discutir o grau de susceptibilidade ecológica dos fragmentos florestais das bacias do Ribeirão Douradinho e Estiva em Minas Gerais. O uso das imagens RapidEye permitiram o mapeamento das unidades de fragmentos existentes nas bacias. Sob a perspectiva da Ecometria da Paisagem, foram analisados para cada fragmento os índices: área, densidade, tamanho, borda, forma, proximidade entre os fragmentos e área central. Como conclusão do trabalho, verificou-se que o nível de fragmentação florestal é elevado, com 273 unidades, somando 76,35  km², menos de 1% da área das bacias. Os fragmentos foram agrupados em: muito pequeno <5 ha, com 104 unidades (38,10%); pequeno >5 e <10 ha, com 35 unidades (12,80%); médio >10 e <100 ha, com 119 unidades (43,60%); e grande >100 ha, com 15 unidades (5,5%). No geral, os fragmentos inclusos nas categorias muito pequeno e pequeno não possuem área sem influência do efeito de borda, o que dificulta a preservação da biodiversidade destes ecossistemas, ou seja, áreas susceptíveis a perda ecológica. O Ribeirão Panga, afluente do Ribeirão Douradinho, é o que possui maior índice de densidade e proximidade da distribuição dos fragmentos analisados. É também onde está localizada a Reserva de Preservação Permanente (RPPN) da Universidade Federal de Uberlândia, que apresentou o maior índice de circularidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Josimar dos Reis de Souza, Instituto de Geografia - Universidade Federal de Uberlândia

Graduando em Geografia - UFU, bolsista PIBIC CNPq josimar_geoufu@yahoo.com.br

Lais Naiara Gonçalves dos Reis, Instituto de Geografia - Universidade Federal de Uberlândia

Mestre em Geografia e Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Geografia-UFU lais_ungida@hotmail.com

Antônio Sousa Pedrosa, Instituto de Geografia - Universidade Federal de Uberlândia

CEGOT, Bolsista CAPES