DOS SISTEMAS AMBIENTAIS AO SISTEMA FLUVIAL - UMA REVISÃO DE CONCEITOS

  • Jonas Otaviano Praça de Souza Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: Sistema Fluvial, Sistemas Ambientais, Gerenciamento de Bacia Hidrográfica.

Resumo

Tentando consolidar as noções de totalidade, a geografia física passa a utilizar a noção de sistemas dinâmicos, não lineares e de comportamento caótico. Deste modo, a abordagem sistêmica/complexa apresenta-se como meio de compreensão do mundo natural, assim possibilitando a previsão de mudanças, avaliação dos sistemas ambientais, distúrbios e limiares do sistema. Nota-se, assim, a importância dos estudos processuais para o gerenciamento de recursos hídricos, tornando imprescindíveis estudos sistêmicos que analisem os diversos elementos importantes para a análise dos recursos hídricos, dentre eles as questões processuais. Deste modo, a necessidade de se trabalhar o gerenciamento integrado de recursos hídricos, enquadrado na perspectiva sistêmica, solidificou a bacia hidrográfica e/ou bacia de drenagem como recorte espacial sistêmico. Delimitada a área pode-se compreender a bacia hidrográfica como um Sistema Fluvial, conceituado por Schumm (1977), que é analisado a partir da zona fonte de sedimentos, da rede de transporte e dos sítios de deposição. Esses elementos não são espacialmente excludentes, interagindo entre si, além de apresentar escalas diferenciadas. Para o estudo do sistema fluvial é necessário levar em consideração quatro conceitos: uniformidade dos processos, limiares de mudança, evolução da paisagem e respostas complexas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-10-18