PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE ALUNOS DO ENSINO BÁSICO DE SÃO GONÇALO (RJ) EM RELAÇÃO ÀS BACIAS HIDROGRÁFICAS

  • Eliane Netto Medeiros da Silva Graduada em Geografia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Carla Maciel Salgado Depto. de Geografia, Universidade Federal Fluminense
Palavras-chave: Ensino de Geografia, Inundações, Rios Urbanos

Resumo

Os problemas de inundações no município de São Gonçalo (RJ) são cada vez mais comuns. Esta realidade é favorecida pelas condições geográficas do município somadas à intensa ocupação urbana. O agravamento das inundações também pode estar relacionado ao nível de percepção e compreensão da população em relação ao funcionamento de rios e bacias hidrográficas. O desconhecimento da dinâmica ambiental atinge também as escolas, onde o conceito de bacia hidrográfica não está sendo devidamente repassado e discutido dentro de ações de Educação Ambiental. Diante deste quadro, o presente trabalho se propôs a investigar a percepção ambiental em relação aos rios e bacias hidrográficas urbanizadas, de alunos do Ensino Básico de escolas públicas situadas em duas bacias hidrográficas que apresentam intensa degradação e descaracterização de seus rios. Para tanto, 80 estudantes foram entrevistados, percebendo-se que os mesmos não possuem conhecimento sistematizado acerca das bacias hidrográficas, o que contribui para o pouco compromisso com a preservação ambiental. A execução dessa proposta de pesquisa permitiu uma reflexão sobre as formas de abordagem do conteúdo escolar sobre rios e bacias hidrográficas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliane Netto Medeiros da Silva, Graduada em Geografia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Graduação em Geografia - Licenciatura
Carla Maciel Salgado, Depto. de Geografia, Universidade Federal Fluminense
Porfa. Adjunta do Departamento de Geografia, Instituto de Geociências, atua na área de Climatologia, Geomorfologia e Pedologia
Publicado
2014-03-10