APLICAÇÃO DA TEORIA DE GESTALT NA CONSTRUÇÃO E ANÁLISE DE MAPAS TURISTICOS

Vivian de Oliveira Fernandes

Resumo


A informação espacial pode ser representada de inúmeras maneiras. Cabe ao redator gráfico identificar qual delas melhor atende o objetivo de transmitir a informação desejada ao público alvo. Entre os estudos de tratamento gráfico da informação em cartografia, destaca-se a Teoria da Gestalt. Na Cartografia, a Gestalt auxilia na composição final do mapa, indicando as categorias conceituais fundamentais consubstanciadas da harmonia, do contraste e do equilíbrio visual. Assim, este artigo se propõe a discutir sobre a importância do tratamento gráfico da informação temática apoiada nesta teoria. Dentre os 15 mapas analisados, o mapa de Recife foi o que apresentou o melhor emprego dos itens explanatórios. Entre os problemas mais graves verificou-se o emprego errôneo da orientação pela rosa dos ventos, o que pode dificultar o uso por parte do turista. Porém, de maneira geral, concluiu-se que a maioria dos produtores de mapas desconhece as indicações e convenções adotadas pela Cartografia.

Palavras-chave


Cartografia temática. Cartografia turística. Gestalt.

Texto completo:

PDF