A EXPANSÃO URBANA DE CARAGUATATUBA (1950-2010): UMA ANÁLISE DAS TRANSFORMAÇÕES SÓCIO ESPACIAIS

  • Claudilene Gigliotti Universidade de Taubaté (UNITAU)
  • Moacir José Santos Universidade de Taubaté (UNITAU)
Palavras-chave: Urbanização, especulação imobiliária, planejamento urbano, desenvolvimento local.

Resumo

O artigo apresenta os resultados de uma pesquisa sobre a correlação entre a intensa especulação imobiliária que permeou as últimas décadas da cidade litorânea de Caraguatatuba e os problemas decorrentes da forte urbanização relacionados a essa conjuntura. O objetivo principal foi entender como a especulação imobiliária, relacionada ao crescimento do turismo, provocou a emergência de problemas sócio-espaciais como a ocupação inadequada do território e a saturação da estrutura urbana. O método utilizado foi a abordagem qualitativa de nível exploratório e para a coleta de dados acessaram-se fontes documentais primárias e secundárias. Os resultados indicam que a crescimento da cidade de Caraguatatuba pode ser qualificado como resultante de uma urbanização turística associada a uma forte especulação imobiliária. Esse cenário contribuiu para a formação do contorno urbano do município caracterizado por significativos problemas como a ocupação irregular do espaço, carência de infraestrutura urbana e segregação sócio espacial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudilene Gigliotti, Universidade de Taubaté (UNITAU)
Possui graduação em História pelas Faculdades Integradas Módulo (2007) e foi bolsista do MEC - Prouni, com participação em atividades de práticas pedagógicas desenvolvidas em comunidades quilombolas do Litoral Norte do Estado de São Paulo. Atualmente é mestranda do Programa de Mestrado em Planejamento e Desenvolvimento Regional da Universidade de Taubaté (UNITAU), com projeto vinculado a linha de pesquisa em Processos de Desenvolvimento Regional.
Moacir José Santos, Universidade de Taubaté (UNITAU)
Doutor em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2006). Professor da Universidade de Taubaté (UNITAU), pesquisador do Mestrado em Planejamento e Desenvolvimento Regional da UNITAU e líder da linha de pesquisa Processos de Desenvolvimento Regional.
Publicado
2013-07-08
Seção
Artigos