PERCEPÇÃO NO AMBIENTE ACADÊMICO SOBRE SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL E O USO DO PAPEL

Main Article Content

Maria de Fátima Costa Cabral Peixoto
Joedla Rodrigues de Lima
Angeline Maria da Silva Santos
Leandro Calegari

Resumo

A sustentabilidade ambiental requer a reorientação da lógica produtivista aliada à mudança de atitudes por parte dos atores sociais nas diversas instâncias de sua atuação. A partir desta compreensão, avalia-se a percepção ambiental de atores sociais, docentes e discentes de cursos superiores, quanto aos temas percepção, sustentabilidade, impactos ambientais e sua relação com a produção, uso, descarte e reciclagem do papel branco, insumo utilizado na transmissão de conhecimentos. Aplicou-se questionários semiestruturados a docentes e discentes de dois cursos superiores de duas instituições situadas no município de Patos(PB). Prepondera a visão globalizante, reconhecendo a interrelação entre o ser humano e a natureza. Nos projetos de pesquisa e extensão, verificou-se o distanciamento em relação à temática ambiental e, especificamente, a ausência de uma postura ambientalmente ativa, em relação ao descarte seletivo do papel utilizado em suas atividades acadêmicas. O nível de abordagem que prepondera é a discussão em sala de aula. As institições de ensino superior precisam criar uma política que sensibilize estes atores sociais para as questões ambientais iniciando no próprio ambiente acadêmico e, quando já existirem estas iniciativas, que haja um envolvimento do corpo docente e da direção da instituição no sentido de implementá-la com maiores chances de êxito.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Joedla Rodrigues de Lima, Universidade Federal de Campina Grande

Unidade Acadêmica de Engenharia Florestal Recursos Naturais