ESTUDO MORFOLÓGICO E CLIMÁTICO DOS MUNICÍPIOS DA REGIÃO

Elizabeth Dell’ Orto e Silva, Alexandre Rosa dos Santos, Kmila Gomes da Silva

Resumo


Os elementos meteorológicos e aspectos morfológicos de uma região podem ser representados através de fatores geográficos, que por sua vez, possibilita a espacialização dos mesmos, por meio de Sistemas de Informações Geográficas (SIG). O estudo teve como objetivo caracterizar a região Serrana do Espírito Santo no aspecto morfológico e climatológico com auxílio do Sistema de Informações Geográficas (ArcGis 9.0) tomando como base o Levantamento de Recursos Naturais do Projeto RADAMBRASIL (1983). Foram elaborados mapas temáticos referente aos elementos meteorológicos (pluviosidade, temperatura, evapotranspiração, deficiência e excedente hídrico) com uma série história de mais de 30 anos (1969 a 2005), e mapas de declividade, hipsometria, aspecto e modelo sombreado do terreno no aplicativo computacional ArcGis 9.0. Os resultados apontam que os municípios da região Serrana possuem diferenças em relação ao clima e a morfologia. Verificou-se que na parte Oeste da região o clima é mais quente, chove menos e o relevo possui altitudes menores que 400 metros. Já os municípios do quadrante Leste, as temperaturas são mais amenas, os índices pluviométricos são maiores e o relevo possui altitudes elevadas ultrapassando a 1.000 metros.

Palavras-chave


Elementos meteorológicos; Morfometria; Região Serrana.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.