REFLEXÕES SOBRE AS ALTAS HABILIDADES COMO UM DESAFIO AO ATENDIMENTO ESCOLAR INCLUSIVO E AO ENSINO DE GEOGRAFIA

Angélica Borges dos Santos, Adriany de Ávila Melo Sampaio

Resumo


Este artigo mostra os resultados de uma pesquisa de Iniciação Científica desenvolvida a fim de apresentar propostas que auxiliem o professor de Geografia no ensino de alunos com necessidades educativas especiais, focalizando o caso das Altas Habilidades. O trabalho tem o intuito de divulgar os resultados obtidos na pesquisa com o apoio do PIBIC – Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica do CNPq/UFU, Anuênio 2009/2010, e discute o processo de atendimento escolar dos alunos com Altas Habilidades, buscando estabelecer relações com o ensino de Geografia. No decorrer do artigo, será abordada a questão da conceituação sobre os indivíduos com Altas Habilidades e a inteligência, trazendo a dificuldade de se estabelecer um perfil comum aos alunos com tais características. São apontadas algumas práticas pedagógicas que estimulam o aprimoramento das Altas Habilidades. Este estudo por meio de uma revisão de referências sobre o tema traz algumas reflexões acerca do aluno com Altas Habilidades, buscando apresentar as propostas e alternativas encontradas para a melhoria da formação desses alunos, e também busca esclarecer alguns aspectos da temática tendo em vista contribuir para a formação dos futuros professores de Geografia e de outras áreas, que terão contato com uma diversidade de alunos.

Palavras-chave


ensino de geografia; educação inclusiva; superdotação

Texto completo:

PDF