REFLEXÕES SOBRE AS ALTAS HABILIDADES COMO UM DESAFIO AO ATENDIMENTO ESCOLAR INCLUSIVO E AO ENSINO DE GEOGRAFIA

Main Article Content

Angélica Borges dos Santos
Adriany de Ávila Melo Sampaio

Resumo

Este artigo mostra os resultados de uma pesquisa de Iniciação Científica desenvolvida a fim de apresentar propostas que auxiliem o professor de Geografia no ensino de alunos com necessidades educativas especiais, focalizando o caso das Altas Habilidades. O trabalho tem o intuito de divulgar os resultados obtidos na pesquisa com o apoio do PIBIC - Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica do CNPq/UFU, Anuênio 2009/2010, e discute o processo de atendimento escolar dos alunos com Altas Habilidades, buscando estabelecer relações com o ensino de Geografia. No decorrer do artigo, será abordada a questão da conceituação sobre os indivíduos com Altas Habilidades e a inteligência, trazendo a dificuldade de se estabelecer um perfil comum aos alunos com tais características. São apontadas algumas práticas pedagógicas que estimulam o aprimoramento das Altas Habilidades. Este estudo por meio de uma revisão de referências sobre o tema traz algumas reflexões acerca do aluno com Altas Habilidades, buscando apresentar as propostas e alternativas encontradas para a melhoria da formação desses alunos, e também busca esclarecer alguns aspectos da temática tendo em vista contribuir para a formação dos futuros professores de Geografia e de outras áreas, que terão contato com uma diversidade de alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Angélica Borges dos Santos, Graduanda em Geografia - Universidade Federal de Uberlândia

Angélica Borges dos Santos está cursando o 7° periodo de graduação em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Adriany de Ávila Melo Sampaio, Professora do Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia

Adriany de Ávila Melo Sampaio é licenciada em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU, em 1997. Mestre em Geografia também pela UFU, em 2001, e Doutora pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, em 2006. Desde 2003 é professora da Universidade Federal de Uberlândia. Coordena o Grupo de Pesquisa Espaços de Educação e Espiritualidade - GPEEE e participa do Laboratório de Ensino de Geografia LEGEO-IG-UFU. Atua como pesquisadora nas áreas de Ensino de Geografia para a Educação Infantil, Séries Iniciais e Finais do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos. Pesquisa ainda a questão da Educação Especial e Inclusiva, a Formação Docente, Produção de Materiais Didáticos, Metodologias de Ensino, Educação do Campo e Espaços Formais e não formais de Ensino e Aprendizagem.