USO E DEGRADAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO: estudo na Microbacia Hidrográfica do Rio Farinha, Paraíba, Brasil

  • Irenaldo Pereira de Araújo Universidade Federal de Campina Grande
  • Joedla Rodrigues de Lima Universidade Federal de Campina Grande
  • Izaque Francisco Candeia de Mendonça Universidade Federal de Campina Grande
Palavras-chave: Bacia Hidrográfica

Resumo

Este estudo avaliou a utilização e conservação dos recursos naturais e elencou estratégias de convivência desenvolvidas na Microbacia Hidrográfica do Rio Farinha, Estado da Paraíba, Brasil, circunscrita entre as coordenadas geográficas 07º01'39" a 07º16'50" de latitude Sul e 36º43'41" a 37º16'28" de longitude a Oeste de Greenwich, área de 822,7 Km², que integra a Bacia Hidrográfica Piranhas-Açu. A metodologia empregada embasou-se na técnica de estudo de caso, com emprego de técnicas de geoprocessamento e pesquisa de campo. Compreendeu a execução de quatro etapas. A primeira referiu-se à delimitação da Microbacia Hidrográfica do Rio Farinha; a segunda à identificação dos impactos ambientais difusos. A terceira etapa constou do levantamento e análise preliminar de três áreas com impactos ambientais pontuais: atividade mineradora no Município de Salgadinho, cultivos agrícolas no Município de Teixeira e deposição de resíduos sólidos urbanos do município de Patos. A quarta e ultima etapa constou da apresentação das alternativas de convivência com o semiárido implantadas na área de estudo. Identificou-se que as atividades antrópicas desconsideram os impactos que possam ocorrer à jusante das referidas atividades, os monocultivos, a prática da mineração, a deposição de resíduos sólidos e líquidos são exemplos destas atividades realizadas sem o uso de medidas mitigadoras. Palavras-chave: Degradação Ambiental - Captação e Armazenamento de Águas Pluviais - Resíduos Sólidos Urbanos - Atividade Mineradora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Irenaldo Pereira de Araújo, Universidade Federal de Campina Grande
Educador, graduado em Pedagogia e Especialista em Psicopedagogia, pelas Faculdades Integradas de Patos; Especialista em Educação Ambiental e Sustentabilidade, pela Universidade Federal de Campina Grande; Mestre em Ciências Florestais, pelo Programa de Pós-graduação em Ciências Florestais, da Universidade Federal de Campina Grande; com atuação profissional na Ação Social Diocesana de Patos
Joedla Rodrigues de Lima, Universidade Federal de Campina Grande
Professora Adjunta da Universidade Federal de Campina Grande, Engenheira Agrícola, doutorado em Planejamento Energético. Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais/UFCG.
Izaque Francisco Candeia de Mendonça, Universidade Federal de Campina Grande
Professor Adjunto da Universidade Federal de Campina Grande, Engenheiro Florestal, doutorado em Engenharia Agrícola.
Publicado
2011-10-23