CIDADES CONTEMPORÂNEAS: "LÓCUS" DO CAPITALISMO PÓS-MODERNO

  • Ubiratan Francisco de Oliveira
  • Celene Cunha Monteiro Antunes Barreira

Resumo

As cidades da/na sociedade contemporânea expressam, das mais variadas formas e dimensões, a organização social de seus sujeitos. Mais que isso, elas expressam a estrutura do sistema produtivo ao qual elas estão inseridas como sedes burocráticas desse sistema, o lugar do comando e da organização da produção capitalista. Se há uma rede mundial que organiza o sistema capitalista, essa rede só é possível por conta das cidades. Elas são os nós da rede produtiva contemporânea, donas de uma estrutura de transmissão de informações e produção de conhecimentos jamais tidos na história da humanidade. Contudo, a velocidade com a qual evolui esse sistema, as cidades proporcionam uma imensidão de problemas relacionados com espaço, tempo e sujeitos. Contraditórios e multifacetados, eles proporcionam várias formas de territorialização nas cidades dos guetos, dos recantos, do trabalho, da arte, da cultura e, sobretudo, da hegemônica força da economia sobre essas dimensões sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ubiratan Francisco de Oliveira
Graduado em Geografia pelo Instituto de Estudos Sócio-Ambientais (IESA) da Universidade Federal de Goiás (UFG).
Celene Cunha Monteiro Antunes Barreira
Professora Doutora do Programa de Pós-Graduação do Instituto de Estudos Sócio-Ambientais da Universidade Federal de Goiás.
Publicado
2011-08-10
Seção
Artigos