EVOLUÇÃO DO USO E COBERTURA DO SOLO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOURADOS-MS, BRASIL

Main Article Content

Geula Graciela Gomes Gonçalves
Omar Daniel
Comunello
Fabiane Kazue Arai
Antonio Carlos Tadeu Vitorino

Resumo

Os sistemas de informações geográficas (SIGs), aliados aos dados de sensores remotos são importantes ferramentas na identificação e avaliação do uso da terra com vistas ao manejo de bacias. A Bacia do Rio Dourados, no Mato Grosso do Sul possui grande importância no estado por sua extensão e uso, por essa razão destaca-se a necessidade de pesquisas que visem um planejamento adequado do uso da terra, objetivando a conservação dos recursos ambientais a fim de manter a qualidade e quantidade de água, tornando sustentável o uso agrícola e humano desse manancial. Este trabalho teve o objetivo de mapear uso da terra na Bacia do Rio Dourados em duas épocas, 2001 e 2008, com o objetivo de avaliar a evolução do uso da terra. Para classificação da imagem, utilizou-se o sistema de classificação supervisionado por regiões, classificador Bhattacharya, implementado no SIG-SPRING/INPE. Os resultados permitiram concluir que: a) O crescimento das áreas de agricultura foi compatível com o crescimento da cultura da cana-de-açúcar na região; b) a redução das áreas de pastagem aconteceu em função da expansão da cultura canavieira; c) as feições vegetação (cerrado, mata, capoeira) e complexo de vegetação (várzeas), apresentaram grande potencial para confusão de identificação na área da bacia analisada; e d) o crescimento das áreas com eucalipto foi compatível com a tendência em todo o Estado de Mato Grosso do Sul.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Geula Graciela Gomes Gonçalves, Mestre em Produção Vegetal pela UFGD

Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal da Grande Dourados -UFGD (2007). Mestre em Produção Vegetal pela UFGD, e atua nas seguintes linhas de pesquisa: Conservação de Recursos Naturais Renováveis e Uso da Terra e Zoneamento Florestal. Desenvolve projeto na área de Conservação de bacias hidrográficas, utilizando como ferramenta os Sistemas de Informações Geográficas - SIGs.