Relações de causa e efeito entre condições ambientais, urediniósporos e severidade de ferrugem-asiática da soja

  • Renata Moreschi Mesquini Universidade Estadual de Maringá
  • Rafael Augusto Vieira Universidade Estadual de Maringá
  • Kátia Regina Freitas Schwan-Estrada Universidade Estadual de Maringá
  • Cláudia Vieira Godoy Embrapa Soja

Abstract

O objetivo deste trabalho foi estabelecer relações entre condições ambientais, o número de urediniósporos de Phakopsora pachyrhizi e a severidade da ferrugem-asiática-da-soja. Para quantificar urediniósporos de P. pachyrhizi, coletores foram instalados em campos de soja, em Itambé e Mandaguari, PR, Avaliações de severidade foram realizadas e dados climáticos foram coletados nos dois locais. As variáveis elaboradas foram: número de dias com umidade favorável (>60%), número de dias com temperatura favorável (18 a 32º C), preciptação acumulada e urediniósporos coletados. Uma variável baseada no controle químico também foi elaborada. Correlações entre as variáveis foram estimadas. A análise de trilha foi empregada para desdobrar as correlações. Cerca de 76% da variação das relações de causa e efeito entre as variáveis foi explicada pela análise de trilha. O número de dias para efetuar o controle químico teve efeito direto sob a severidade. O número de dias com temperatura favorável e as precipitações tiveram efeito indireto na severidade, atuando via manutenção de condições favoráveis de umidade.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Rafael Augusto Vieira, Universidade Estadual de Maringá
Graduação em Agronomia (2004-2008), Mestrado em Genética e Melhoramento (2009-2010).
Published
2011-06-21
How to Cite
Mesquini, R. M., Vieira, R. A., Schwan-Estrada, K. R. F., & Godoy, C. V. (2011). Relações de causa e efeito entre condições ambientais, urediniósporos e severidade de ferrugem-asiática da soja . Bioscience Journal, 27(4). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/8161
Section
Agricultural Sciences