Plano de ação para o controle da leptospirose no zoológico municipal de Uberaba-MG.

  • Flavia Maria Esteves Machado Universidade de Uberaba
  • Humberto Eustáquio Coelho
  • Rodrigo Supranzetti de Rezende

Abstract

A participação de animais silvestres, principalmente roedores, na epidemiologia da leptospirose é fato indiscutível. Em geral comportam-se como portadores permanentes de vários sorovares de leptospiras. Esta permanência faz com que seja fonte perene para a infecção no humano e outras espécies. A Leptospirose é uma doença bacteriana de caráter zoonótico que afeta os animais domésticos, silvestres e o humano. Conforme o estudo retrospectivo da leptospira no Zoológico de Uberaba, dos animais estudados, 17 (12,98%) foram reagentes para anticorpos contra Leptospira spp, observou-se a necessidade de um trabalho direcionado quanto ao controle dos roedores, pelo fato de que algumas destas espécies adaptam-se melhor às condições ambientais criadas pelo ser humano, principalmente os murídeos (Rattus rattus), vivendo próximo ao humano e sobrevivem a partir da tríade do roedor que são do fornecimento de água, abrigo e alimento.O estabelecimento de medidas para controle da leptospirose no Zoológico abrangeu vários aspectos, dentre eles o manejo integrado de praga e vetores, onde o enfoque foi o controle de roedores e a atividade educativa para a conscientização da população e funcionários. O combate aos roedores está ligado, cada vez mais, ao conhecimento de sua biologia, hábitos, habilidades e capacidade física, bem como no meio ambiente onde estes animais estão localizados.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Flavia Maria Esteves Machado, Universidade de Uberaba
Médica Veterinária formada pela Universidade de Alfenas em 1994.Foi responsável pelo serviço de Inspeção Municipal de miniusinas leiteras no Municipio de Uberaba entre 1994 a 1996.Chefe da Seção de Vigilância Sanitária e Epidemiológica da Prefeitura de Uberaba de 1996 a 1998.Chefe do Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura de Uberaba de 1998 a 2003.Responsável técnica do Zoológico Municipal de Uberaba de 2004 até a presente data.Especialista em Saúde Coletiva pela Universida Federal do Triângulo Mineiro.Mestre em Medicina Veterinária Preventiva pela UNESP-Jaboticabal.Doutora em Medicina Veterinária Preventiva pela UNESP-Jaboticabal
Published
2010-11-11
How to Cite
Maria Esteves Machado, F., Eustáquio Coelho, H., & Supranzetti de Rezende, R. (2010). Plano de ação para o controle da leptospirose no zoológico municipal de Uberaba-MG . Bioscience Journal, 26(6). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/7242
Section
Health Sciences