Comportamento de sementes de cultivares de soja submetidos a diferentes períodos de envelhecimento acelerado

  • Josué Bispo da Silva, Edson Lazarini, Marco Eustáquio de Sá

Abstract

O teste de envelhecimento acelerado é importante ferramenta que pode ser usada também em programas de melhoramento genético, na seleção de genótipos com potencial de armazenamento e desenvolvimento em condições de altas umidade relativa do ar e temperatura. Para sementes de soja, a temperatura e o tempo de exposição nesse teste ainda não foram totalmente estabelecidos, fatores que ainda causam divergência entre pesquisadores, principalmente quanto aos períodos mais adequados. O objetivo do presente trabalho foi avaliar o comportamento de sementes de soja após diferentes períodos de envelhecimento acelerado. Sementes das cultivares IAC-15, CAC-1, FT-Estrela e IAC-Foscarin 31 foram submetidas aos testes de germinação, de condutividade elétrica e de envelhecimento acelerado (41ï‚°C durante 44, 48, 52, 56, 60, 64, 68, 72 e 76 horas). Os genótipos estudados diferem entre si quanto à sensibilidade ao envelhecimento acelerado e todos são sensíveis ao aumento do tempo de exposição no teste de envelhecimento acelerado, em especial em 76 horas; o teste de envelhecimento acelerado pode ser usado na seleção de genótipos em programas de melhoramento genético; deve ser explicitado o número de horas utilizados na realização do teste de envelhecimento acelerado em sementes de soja, em função de ser o período de exposição recomendado de 48 a 72 horas; - as cultivares FT-Estrela, CAC-1 e IAC-Foscarin podem ser semeadas em regiões quentes e úmidas.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Josué Bispo da Silva, Edson Lazarini, Marco Eustáquio de Sá
josuebispo@bol.com.br
Published
2010-09-02
How to Cite
Edson Lazarini, Marco Eustáquio de Sá, J. B. da S. (2010). Comportamento de sementes de cultivares de soja submetidos a diferentes períodos de envelhecimento acelerado . Bioscience Journal, 26(5). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/7187
Section
Agricultural Sciences