Fontes e doses de silício na severidade do crestamento gomoso e produtividade da melancia

  • Gil Rodrigues dos Santos Professor/ Pesquisador da Universidade Federal do Tocantins - Campus de Gurupi
  • Manoel Delintro de Castro Neto Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal do Tocantins
  • Antônio Régio Soares Carvalho Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal do Tocantins
  • Rodrigo Ribeiro Fidelis Professor/ Pesquisador da Universidade Federal do Tocantins - Campus de Gurupi
  • Flávio Sérgio Afférri Professor/ Pesquisador da Universidade Federal do Tocantins - Campus de Gurupi

Abstract

O silício vem sendo utilizado no controle de doenças de plantas em vários países, incluindo o Brasil, por se tratar de um produto que pode contribuir para a viabilidade técnica de um programa de manejo integrado. O presente trabalho teve como objetivo estudar a influência de fontes e doses de silício no controle do crestamento gomoso do caule e na produtividade da melancia. Para tanto, foram instalados três ensaios com diferentes fontes de silício, sendo: silício em pó (Termofosfato de Cálcio e Magnésio) aplicado no solo, nas doses 250, 500, 1000, 2000, 3000 kg.ha-1 e testemunha (sem silício); silício granulado (Silicato de Cálcio e Magnésio) nas doses 25, 50, 100, 200, 300 kg.ha-1 e testemunha; silício líquido (Silicato de Potássio) via foliar, nas dosagens 250, 500, 1000, 1500, 2500 ml.ha-1 e testemunha. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, sendo cada fonte de silício com seis tratamentos e quatro repetições. Os resultados obtidos indicam que a aplicação de silício na cultura da melancia tanto via solo, na forma de pó e granulado, quanto via foliar, na forma líquida, reduziu a severidade do crestamento gomoso resultando no aumento da produtividade. A formulação em pó foi a que apresentou os melhores resultados na dose de 2,0 toneladas/ha e a formulação líquida a que teve menor efeito sobre as plantas.___ABSTRACT: Silicon has been used for plant diseases control in several countries including Brazil. It is a product that can contribute to the Integrated Management Programs. This work aimed to study the influence of sources and doses of silicon in gummy stem blight control and on watermelon productivity. Three experiments were installed with distinct silicon sources. The experiments were performed in a completely randomized block design, with six treatments and four replicates.: powder silicon (Calcium and Magnesium Thermophosphate) was applied in the soil at the following rates: 250, 500, 1000, 2000, 3000 Kg.ha-1 and control (no silicon); granular silicon (Calcium and Magnesium Silicate) was applied in the furrow at the following rates: 25, 50, 100, 200, 300 Kg.ha-1 and control (no silicon); liquid silicon (Potassium Silicate) was applied over the canopy at the following rates: 250, 500, 1000, 1500, 2500 mL.ha-1 and control (no silicon). When silicon was applied, both through the soil (Thermophosphate and Silicate of Calcium and Magnesium, respectively), and the canopy (Potassium silicate), results showed a decrease in gummy stem blight severity, resulting in a higher productivity of watermelon plants. Powder silicon presented the best results at the rate of 2.0 ton.ha-1, while liquid silicate presented the smallest effect on the plants.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Gil Rodrigues dos Santos, Professor/ Pesquisador da Universidade Federal do Tocantins - Campus de Gurupi
Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal da Paraíba (1991), mestrado em Fitopatologia pela Universidade Federal de Viçosa (1993) e doutorado em Fitopatologia pela Universidade de Brasília (2005). Atualmente é professor Adjunto II e coordenador do curso de mestrado em Produção Vegetal da UFT, Campus de Gurupi. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitopatologia, atuando principalmente nos seguintes temas: epidemiologia e manejo integrado de doenças do arroz irrigado e melancia. Recebeu "Menção Honrosa" no concurso nacional "Prêmio Capes de Teses", no ano de 2006.
Published
2010-03-23
How to Cite
Rodrigues dos Santos, G., Delintro de Castro Neto, M., Régio Soares Carvalho, A., Ribeiro Fidelis, R., & Sérgio Afférri, F. (2010). Fontes e doses de silício na severidade do crestamento gomoso e produtividade da melancia . Bioscience Journal, 26(2). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/7082
Section
Agricultural Sciences