Uso de escórias de siderurgia na produção de matéria seca e perfilhamento de duas gramíneas do gênero Brachiaria em um latossolo vermelho-amarelo

  • Fernando Carlos Stocco Centro de Ciencias Agrarias da UFES
  • Renato Ribeiro Passos Centro de Ciencias Agrarias da UFES
  • Felipe Vaz Andrade Centro de Ciencias Agrarias da UFES
  • Edvaldo Fialho dos Reis Centro de Ciencias Agrarias da UFES
  • Julião Soares de Souza Lima Centro de Ciencias Agrarias da UFES
  • Danilo Andrade Santos Centro de Ciencias Agrarias da UFES
  • Ramires Ventura Machado Centro de Ciencias Agrarias da UFES

Abstract

O objetivo deste estudo foi avaliar o uso de escórias de siderurgia sobre o desenvolvimento de Brachiaria decumbens e de Brachiaria brizantha cv. Marandu cultivadas em Latossolo da região Sul do Espírito Santo. Foram coletadas amostras de um Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico em uma área sob pastagem degradada de Brachiaria sp. Após coletado, o material do solo foi seco ao ar e passado em peneira, para caracterização química e física. Amostras de solo foram submetidas à aplicação de cinco doses de silicato: 0; 500; 1000; 1500; e 2000 kg ha-1 de SiO2, utilizando-se para isso duas escórias de siderurgia. As espécies de gramíneas foram semeadas e transplantadas para as unidades experimentais e após 40 e 80 dias realizou-se o primeiro e segundo corte da parte aérea, respectivamente. Foi quantificada a matéria seca da parte aérea e o número de perfilhos por vaso da parte aérea das gramíneas nos dois cortes e no somatório dos cortes. Há influência das doses de silicato aplicadas na forma de escórias, sobre o desenvolvimento das gramíneas. A escória B é superior à escória A, de maneira geral, quanto à produção de matéria seca e perfilhamento das gramíneas. A B. brizantha, associada à escória A, apresenta maior produção de matéria seca da parte aérea em relação à B. decumbens. As escórias de siderurgia se constituem em alternativas visando aumentar a produção das gramíneas do gênero Brachiaria, bem com minimizar o passivo ambiental gerado pelo acúmulo das escórias nós pátios das siderúrgicas.___ABSTRACT: The objective of this study was to evaluate the use of basic slag in development of Brachiaria brizantha and B. decumbens in soils in southern of the Espírito Santo. Samples were collected from a dystrophic Red Yellow Latossol, in an area under degraded pasture Brachiaria sp. Once collected, the soil was dry in the air and passed through sieve for chemical and physical characterization. Samples of soil were subjected to the application of five doses of silicate: 0; 500; 1000; 1500 and 2000 kg SiO2 ha-1, using two basic slags. The species of grasses were sown and transplanted to the experimental units and after 40 and 80 days it took place the first and second cut of the aerial part, respectively. It was quantified dry matter of the aerial part and the number of tillers per pot of grasses in the two cuts and the summation of cuts. There are influence of silicate doses applied in the form of slag on the development grass. The B slag is higher than the A slag, in general, about the production of dry grass and number of tillers. The B. brizantha, associated with to the A slag, shows higher production of dry matter in the aerial part than B. decumbens. The basic slags are alternatives in order to increase production and quality of grass Brachiaria genus, and to minimize the environmental liability created by the accumulation of basic slag.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2010-03-23
How to Cite
Stocco, F. C., Passos, R. R., Andrade, F. V., dos Reis, E. F., de Souza Lima, J. S., Santos, D. A., & Machado, R. V. (2010). Uso de escórias de siderurgia na produção de matéria seca e perfilhamento de duas gramíneas do gênero Brachiaria em um latossolo vermelho-amarelo . Bioscience Journal, 26(2). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/7072
Section
Agricultural Sciences