Efeito dos níveis de vigor e do tratamento fungicida nos testes de germinação e de sanidade de sementes de soja

  • Delineide Pereira Gomes
  • Leandra Matos Barrozo
  • Apolyana Lorraine Souza
  • Rubens Sader
  • Gilvânia Campos Silva

Abstract

Sementes de soja com diferentes níveis de vigor, tratadas e não tratadas com fungicida foram submetidas ao teste de germinação nos substratos areia e rolo de papel e ao teste de sanidade. No teste de germinação só houve diferenças significativas entre os tratamentos que empregaram sementes de soja com alto vigor e baixo vigor, independente da presença ou ausência de tratamento fungicida, nos dois substratos. As sementes de soja de baixo vigor não tratadas proporcionaram as maiores porcentagens de sementes contaminadas por fungos, ao contrário, das sementes de alto vigor e tratadas. Houve apenas uma leve contaminação nas sementes de soja de baixo vigor tratadas, ao contrário das sementes de baixo vigor não tratadas, as quais apresentaram a incidência da maioria dos fungos encontrados. Em geral, na germinação de plântulas normais, existem diferenças entre os tratamentos que empregaram sementes com alto vigor e baixo vigor, independente do tratamento fungicida e do tipo de substrato utilizado. A redução do vigor é explicada pela ausência do tratamento fungicida e conseqüente contaminação por fungos. Os fungos fitopatogênicos ocorrem em maior grau nas sementes não tratadas, com maior numero de espécies naquelas de baixo vigor.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2009-12-16
How to Cite
Pereira Gomes, D., Matos Barrozo, L., Lorraine Souza, A., Sader, R., & Campos Silva, G. (2009). Efeito dos níveis de vigor e do tratamento fungicida nos testes de germinação e de sanidade de sementes de soja . Bioscience Journal , 25(6). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/7010
Section
Agricultural Sciences