Viabilidade econômica dos consórcios de grupos de alface e rúcula, em duas épocas de cultivo

  • Caciana Cavalcanti Costa
  • Bráulio Luciano Alves Rezende Terezinha Maria de Rezende e Silvio Alves de Rezende
  • Arthur Bernardes Cecílio Filho
  • Maria Inez Espagnoli Geraldo Martins

Abstract

Avaliou-se economicamente o consórcio de grupos de alface com rúcula, em dois experimentos conduzidos em 2001, na Unesp, Jaboticabal-SP. As análises econômicas foram realizadas com preços de maio e setembro de 2005. Os custos operacionais totais (COT) dos consórcios entre alface crespa e rúcula; alface lisa e rúcula; alface americana e rúcula foram de 14,8% a 95,6% superiores aos dos cultivos solteiros das culturas. Os consórcios se mostraram rentáveis, as maiores receitas brutas e líquidas, taxa de retorno e índice de lucratividade ocorreram em consórcios estabelecidos com alface americana e rúcula, no outono-inverno, e com crespa e rúcula, na primavera.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Caciana Cavalcanti Costa
Engenheira Agrônoma, Profa. Dra. Unidade Acadêmica de Agronomia e Tecnologia de Alimentos, UCG-CCTA, Rua Cel. João Leite, 517, Centro, 58.840-000, Pombal-PB.
Bráulio Luciano Alves Rezende, Terezinha Maria de Rezende e Silvio Alves de Rezende
Engenheiro Agrônomo, Mestre, UNESP, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). blrezende@ig.com.br
Arthur Bernardes Cecílio Filho
Engenheiro Agrônomo, Doutor, Professor do Departamento de Produção Vegetal, UNESP-FCAV. Via de acesso Prof. Paulo D. Castellane, s/n, 14.884-900 Jaboticabal, SP. rutra@fcav.unesp.br
Maria Inez Espagnoli Geraldo Martins
Médica Veterinária, Doutora, Professora do Departamento de Economia Rural, UNESP-FCAV. minezesp@fcav.unesp.br.
Published
2008-06-04
Section
Artigos