Produtividade de melancia em diferentes níveis de adubação química e orgânica

  • Dalfran Samleo Sampaio Leão UnB
  • José Ricardo Peixoto UnB
  • Jairo Vidal Vieira Embrapa-Hortalicas
  • Arthur Bernardes Cecílio Filho Unesp

Abstract

O experimento teve o objetivo de avaliar a resposta da melancieira a diferentes níveis de adubação química e orgânica. O delineamento empregado foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 5 x 4, sendo 5 doses de adubo químico na formulação 4-30-16 e 4 níveis de adubo orgânico - esterco de gado. Foram utilizadas 4 repetições e 10 plantas por parcela da variedade Crimson Sweet. Os níveis de adubação química testados foram de 0, 150, 300, 450 e 600 gramas por cova e para a adubação orgânica os níveis avaliados foram 0, 3, 6 e 9 litros de esterco de gado por cova. Houve correlação linear positiva entre todos os parâmetros avaliados. O adubo químico não teve interação significativa com o esterco de gado, exceto na relação C/D, nas doses de 0, 3 e 6 litros por cova. A melhor produtividade (22989,61 kg.ha-1) foi obtida com 450g/cova de 4-30-16 (NPK). O incremento na produtividade da melancia foi limitado pelo fósforo quando cultivada somente com fertilização orgânica. O incremento na produtividade da melancia foi limitado pelo nitrogênio quando cultivada somente com fertilizante químico NPK. Para a cultivar Crimson Sweet, quanto maior a relação C/D, maior o peso médio do fruto.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2008-12-03
How to Cite
Samleo Sampaio Leão, D., Ricardo Peixoto, J., Vidal Vieira, J., & Bernardes Cecílio Filho, A. (2008). Produtividade de melancia em diferentes níveis de adubação química e orgânica. Bioscience Journal, 24(4). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/6630
Section
Artigos