Determinações físicas em frutos e sementes de baru (Dipteryx alata Vog.), cajuzinho (Anacardium othonianum Rizz.) e pequi (Caryocar brasiliense Camb.), visando melhoramento genético

  • Gilmarcos de Carvalho Correa UFG
  • Ronaldo Veloso Naves UFG
  • Mara Rúbia da Rocha UFG
  • Lázaro José Chaves UFG
  • Jacomo Divino Borges UFG

Abstract

Foi realizado na Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos - UFG, Goiânia, Goiás, experimento visando avaliar parâmetros físicos de frutos e sementes de plantas matrizes de baru, cajuzinho e pequi. Os resultados indicam um peso médio de 28,30g, 1,84g e 104,44g para frutos de baru, cajuzinho e pequi, respectivamente. Os pseudofrutos de cajuzinho pesaram, em média, 7,15g, valor cerca de 3,88 vezes maior que o peso dos frutos. O baru apresentou um rendimento médio de 50,74% para a polpa e 4,45% para a amêndoa dos frutos. Registrou-se a ocorrência de 1 a 4 sementes normais por fruto de pequi (média de 1,58), sendo de 14,29g o peso médio das mesmas. O peso do fruto parece ser a variável com maior potencial no melhoramento de frutos de baru e cajuzinho. Para os frutos de pequi, as variáveis número e peso de caroços mostraram baixo nível de correlação com as demais variáveis estudadas.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2008-12-03
How to Cite
de Carvalho Correa, G., Veloso Naves, R., Rúbia da Rocha, M., José Chaves, L., & Divino Borges, J. (2008). Determinações físicas em frutos e sementes de baru (Dipteryx alata Vog.), cajuzinho (Anacardium othonianum Rizz.) e pequi (Caryocar brasiliense Camb.), visando melhoramento genético. Bioscience Journal, 24(4). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/6628
Section
Artigos