Ultrastructure of the spermatheca of Melipona bicolor bicolor Lep. (Hymenoptera, Apinae, Meliponini)

  • Carminda da Cruz-Landim UNESP
  • Antonio Teruyoshi Yabuki UNESP
  • Monika Iamonte UNESP

Abstract

O estudo da ultra-estrutura da parede da espermateca de rainhas virgens e fecundadas de Melipona bicolor mostrou que esta é composta de um epitélio colunar pseudo-estratificado, coberto internamente por uma cutícula espessa e externamente por uma extensa rede traqueal. O padrão-geral de organização é o mesmo nas duas fases da vida das rainhas, mas algumas diferenças estão presentes nas células. Apesar de estarem presentes vacúolos contendo material de baixa densidade eletrônica nas células das rainhas fecundadas, o aspecto geral destas não é característico de células secretoras. A ultra-estrutura das células, aponta mais para uma função de troca de substâncias diretamente com a hemolinfa. Um aspecto incomum é a presença de espermatozóides em vesículas no interior das células epiteliais. Com base na morfologia do órgão, pode se dizer que a sua função, básicamente, é a de manter um ambiente adequado para a sobrevivência dos espermatozóides no seu interior. UNITERMOS: Abelha sem ferrão, Armazenamento de esperma, Reprodução, Espermatozóide.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2006-03-21
How to Cite
Cruz-Landim, C. da, Yabuki, A. T., & Iamonte, M. (2006). Ultrastructure of the spermatheca of Melipona bicolor bicolor Lep. (Hymenoptera, Apinae, Meliponini). Bioscience Journal, 19(1). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/6436
Section
Artigos