Metodo de inoculacao de Xanthomonas campestris pv. campestris pelo sistema radicular para avaliacao rapida de resistencia de repolho a podridao negra

  • Cristina Soares de Sousa UFU
  • Cristiano Soares de Souza UNIPAM
  • Lenita Lima Haber UFU
  • Denise Garcia de Santana UFU
  • Alcione Silva Arruda UFU
  • Armando Takatsu UFU

Abstract

Para conferir a eficiência do método de inoculação, pelo sistema radicular, para a avaliação rápida quanto à resistência de repolho à podridão negra, foram utilizadas duas cultivares bem conhecidas com níveis médios de resistência à doença: Shinsei (medianamente resistente) e Matsukase (medianamente suscetível). A inoculação foi feita mergulhando-se a parte radicular das mudas em suspensão do inóculo de 1 x 108 UFC/ml, durante 10 minutos. As mudas inoculadas foram mantidas em casa de vegetação. As avaliações foram feitas em função da proporção de folhas com sintomas aos 11 e 21 dias após a inoculação, por meio da escala de notas de 0 a 4. O método mostrou ser bastante promissor para a avaliação rápida de variedades de repolho quanto à resistência à podridão negra em condições de casa de vegetação, tendo em vista que permitiu a distinção destas duas cultivares em teste de Tukey ao nível de 1% nas duas avaliações. UNITERMOS: Brassica oleracea var. capitata; Resistência.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2006-03-21
How to Cite
de Sousa, C. S., de Souza, C. S., Haber, L. L., de Santana, D. G., Arruda, A. S., & Takatsu, A. (2006). Metodo de inoculacao de Xanthomonas campestris pv. campestris pelo sistema radicular para avaliacao rapida de resistencia de repolho a podridao negra. Bioscience Journal, 19(1). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/6435
Section
Artigos