Efeitos do treinamento em natação sobre propriedades mecânicas e estruturais do fêmur de ratas ovariectomizadas

  • Bárbara Braga Fernandes Universidade Federal de Viçosa
  • Ricardo Junqueira Del Carlo Universidade Federal de Viçosa
  • Maria do Carmo Gouveia Peluzio Universidade Federal de Viçosa.
  • Lucas Rios Drummond Unversidade Federal de Viçosa
  • Carlos Henrique Osório Silva Universidade Federal de Viçosa
  • Mário Jefferson Quirino Louzada Universidade Estadual Paulista.
  • Juliana Silveira Freitas Universidade Federal de Viçosa
  • Cynthia Aparecida Castro Universidade Federal de Viçosa
  • Karina Ana Silva Universidade Federal de Viçosa
  • Antonio Jose Natali Universidade Federal de Viçosa

Abstract

Investigamos os efeitos do treinamento em natação (TN) sobre propriedades mecânicas e estruturais do fêmur de ratas ovariectomizadas. Ratas Wistar com peso corporal (PC) de 271,42 ± 17,6 g e 20 semanas de idade foram submetidas à ovariectomia (OVX) ou laparotomia (SHAM) e alocadas em grupos: natação OVX (NO, n=12), controle OVX (CO, n=12), natação SHAM (NS, n=12) e controle SHAM (CS, n=12). Quinze dias pós-cirurgia NO e NS foram submetidos ao TN (60 min/dia, 5 dias/semana, sobrecarga progressiva até 3% do PC) por 10 semanas. Análises da atividade de fosfatase alcalina óssea demonstraram ser menores para os animais OVX comparados com os SHAM (23,91 ± 11,64 pg/mL vs. 57,29 ± 16,24 pg/mL, respectivamente) não foram alteradas pelo TN. As ratas SHAM apresentaram mais osso trabecular no colo do fêmur que as OVX (255,50 ± 38,27 vs 288,75 ± 39,63 pontos, respectivamente). As ratas exercitadas exibiram mais osso trabecular que as controles (292,00 ± 33,54 vs 251,54 ± 38,99 pontos, respectivamente) nesta região e no trocanter maior (281,50 ± 34,42 vs 237,23 ± 53,03 pontos; respectivamente). A densidade mineral óssea e a massa de osso cortical do terço médio do fêmur não foram alteradas pela OVX ou TN. A força máxima e a tenacidade do terço médio e do colo do fêmur não foram afetadas pela OVX ou TN. Concluiu-se que o treinamento em natação aplicado beneficiou a massa óssea na região proximal do fêmur de ratas, independentemente da ovariectomia, o que não refletiu em melhora das propriedades mecânicas, seja no colo ou na diáfise do fêmur.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Bárbara Braga Fernandes, Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Educação Física Fisiologia do Exercício
Ricardo Junqueira Del Carlo, Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Veterinária Cirurgia Veterinária
Maria do Carmo Gouveia Peluzio, Universidade Federal de Viçosa.
Departamento de Nutrição e Saúde Bioquimica
Lucas Rios Drummond, Unversidade Federal de Viçosa
Departamento de Educação Física Fisiologia do Exercício
Carlos Henrique Osório Silva, Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Estatística Bioestatística
Mário Jefferson Quirino Louzada, Universidade Estadual Paulista.
Curso de Medicina Veterinária Ortopedia
Juliana Silveira Freitas, Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Educação Física Fisiologia
Cynthia Aparecida Castro, Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Educação Física Fisiologia do Exercício
Karina Ana Silva, Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Educação Física Fisiologia de Exercício
Antonio Jose Natali, Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Educação Física Fisiologia do Exercício
Published
2013-11-21
How to Cite
Fernandes, B. B., Del Carlo, R. J., Peluzio, M. do C. G., Drummond, L. R., Silva, C. H. O., Louzada, M. J. Q., Freitas, J. S., Castro, C. A., Silva, K. A., & Natali, A. J. (2013). Efeitos do treinamento em natação sobre propriedades mecânicas e estruturais do fêmur de ratas ovariectomizadas . Bioscience Journal, 30(2). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/19524
Section
Health Sciences