Fístula aórtico-entérica primária relacionada a aneurisma de aorta abdominal

  • Priscilla Soares Lima Oizumi Médica residente na especialidade de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Uberlândia
  • Lívia Maria Ambrósio da Silva Médica graduada pela Universidade Federal de Uberlândia, especialização em Cardiologia e Ecocardiografia pela Universidade Federal de Uberlândia, Médica administrativa da unidade de cuidados intensivos da Universidade Federal de Uberlândia e unidade coronariana
  • Juliana Mota Pereira Médica graduada pela Universidade Federal de Uberlândia, especialização em Anatomia Patológica pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Docente da FAMED (faculdade de medicina) da Universidade Federal de Uberlândia.
  • Roberto Ferreira Oizumi Médico graduado pela Universidade Federal de Uberlândia, especialização em Infectologia pela Universidade Federal de Uberlândia, Médico administrativo da FAEPU do serviço de pronto atendimento da Clínica Médica da Universidade Federal de Uberlândia
  • Saadallah Azor Fakhouri Filho Médico graduado pela Universidade Federal do Triangulo Mineiro; especialização em Geriatria pela USP ribeirão Preto; docente da FAMED UFU, diciplina de Emergências Médicas

Abstract

As fístulas aortoentéricas (FAE) podem ser definidas como uma comunicação anormal entre a aorta abdominal e uma alça intestinal, podendo causar morte súbita e inesperada. Podem ser classificadas como primárias ou secundárias, sendo as primárias extremamente raras e, na maior parte dos casos, associadas à presença de aneurisma de aorta abdominal (AAA). Os autores relatam o caso de um paciente de 75 anos com fístula aortoentérica primária, causada pela presença de aneurisma de aorta abdominal aterosclerótico, que se apresentou ao serviço de emergência com quadro de massa abdominal pulsátil, piora de dor abdominal e história de importante perda de peso há cerca de 1mês. O diagnóstico de FAEP só foi possível post mortem em autópsia. Frente à diversidade na apresentação clínica das FAEPs e altíssima mortalidade, o diagnóstico requer um elevado índice de suspeição, devendo ser sempre considerado no diagnóstico diferencial de massa abdominal pulsátil, sangramento gastrointestinal e dor abdominal.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Priscilla Soares Lima Oizumi, Médica residente na especialidade de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Uberlândia
Médica graduada pela Universidade Federal de Uberlândia, Residente da especialidade Clínica Médica da Universidade Federal de Uberlândia.
Published
2013-10-21
How to Cite
Soares Lima Oizumi, P., Maria Ambrósio da Silva, L., Mota Pereira, J., Ferreira Oizumi, R., & Azor Fakhouri Filho, S. (2013). Fístula aórtico-entérica primária relacionada a aneurisma de aorta abdominal . Bioscience Journal, 29(6). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/18275
Section
Health Sciences