Caracterização da vegetação secundária do bioma mata atlântica com base em sua posição na paisagem

  • Caio Vinicius Ferreira Marmontel Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"/Faculdade de Ciências Agronômicas
  • Valdemir Antonio Rodrigues
  • Thiago Martins e Martins
  • Roberto Starzynski
  • José Luiz de Carvalho

Abstract

Este trabalho teve como objetivo caracterizar a vegetação de Mata Atlântica e comparar a estrutura da comunidade arbórea nativa que ocorre na toposequência da microbacia "D" do Parque Estadual Serra do Mar, município de Cunha, SP - Brasil. O estudo foi realizado em 64 parcelas de 10 x 10 m, distribuídas na jusante (T1), intermediária (T2) e montante (T3) da toposequência, nas quais foram identificados botanicamente todos os indivíduos com DAP (diâmetro a altura do peito) > 0,5 cm. No conjunto 1.093 indivíduos foram amostrados, inclusas em 89 espécies, 61 gêneros e 31 famílias. Na T1 constatou-se maior abundância e densidade de indivíduos, a T2 teve maior índice de diversidade e área basal, enquanto na T3 foi observada maior riqueza de espécies e maior porcentagem de espécies raras. A espécie Cyathea delgadii no terço inferior da toposequencia e a Alchornea triplinervea na intermediária e terço superior foram as que apresentaram maior índice de valor de importância. Nas seções a jusante e montante da toposequência ocorreram as maiores diferenças em termos de estrutura. Na parte intermediária e na montante da microbacia houve maior diferença entre a similaridade entre espécies.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Caio Vinicius Ferreira Marmontel, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"/Faculdade de Ciências Agronômicas
Departamento de Recursos Naturais/Ciências Florestais
Published
2013-09-20
How to Cite
Marmontel, C. V. F., Rodrigues, V. A., Martins e Martins, T., Starzynski, R., & Carvalho, J. L. de. (2013). Caracterização da vegetação secundária do bioma mata atlântica com base em sua posição na paisagem . Bioscience Journal, 29(6). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/18116
Section
Biological Sciences