Viabilidade e longevidade de sementes de Tabebuia aurea Benth. & Hook. submetidas a diferentes métodos de armazenamento

  • Graciele Neves Universidade Estadual de São Paulo Julio de Mesquita Filho
  • Edenir Maria Serigatto
  • Flávio Carlos Dalchiavon
  • Celice Alexandre Silva

Abstract

As sementes de Tabebuia aurea (sin. Handroanthus aureus Mattos), apresentam baixas taxas metabólicas, o que favorece o seu armazenamento em condições de temperaturas negativas e quando armazenadas em temperatura ambiente, há uma progressiva queda em sua viabilidade. Portanto, o objetivo é verificar a viabilidade e longevidade das sementes de Tabebuia aurea submetidas a diferentes métodos de armazenamento. Foram utilizadas no experimento 6100 sementes. Em geladeira foram armazenadas 2400 sementes, das quais 1200 foram acondicionadas em saco plástico transparente e 1200 em saco de papel Kraft. Outras 3600 sementes foram acondicionadas em temperatura ambiente, sendo 1200 sementes em saco plástico transparente, 1200 em saco de papel Kraft e 1200 em bandeja aberta. Para cada tratamento foram utilizadas quatro repetições de 25 sementes, por 12 meses, com delineamento inteiramente casualizado. As médias de germinação, plântulas normais e índice de velocidade de germinação foram transformados em (x +1)-1/2. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5%. Também foram modeladas regressões polinomiais para as variáveis estudas em função dos períodos de armazenamento das sementes. As sementes armazenadas em geladeira à 13 ºC mantiveram elevada germinação, plântulas normais e índice de velocidade de germinação durante os 360 dias de avaliação. O método indicado para o armazenamento de sementes de Tabebuia aurea é em geladeira, à 13 ºC, tanto em saco plástico quanto de papel.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2013-10-03
How to Cite
Neves, G., Serigatto, E. M., Dalchiavon, F. C., & Silva, C. A. (2013). Viabilidade e longevidade de sementes de Tabebuia aurea Benth. & Hook. submetidas a diferentes métodos de armazenamento . Bioscience Journal, 30(3). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/18104
Section
Agricultural Sciences