Correlação entre crescimento e produtividade do cafeeiro em função do regime hídrico e densidade de plantio

  • Gleice Aparecida de Assis Doutora em Agronomia/Fitotecnia. Bolsista Pós-Doutorado Júnior do CNPq. Universidade Federal de Lavras.
  • Rubens José Guimarães Professor Associado da Universidade Federal de Lavras.
  • Myriane Stella Scalco Engenheira Agrônoma. Pesquisadora da Universidade Federal de Lavras.
  • Alberto Colombo Professor Associado da Universidade Federal de Lavras.
  • Augusto Ramalho de Morais Professor Adjunto da Universidade Federal de Lavras.
  • João Paulo Santos Carvalho Graduando em Agronomia/Universidade Federal de Lavras. Bolsista do CNPq.

Abstract

Este trabalho foi desenvolvido em área experimental da Universidade Federal de Lavras com o objetivo de avaliar as características de crescimento e de produção do cafeeiro irrigado e não irrigado e estudar a correlação dessas entre si e com densidades de plantio e regimes hídricos. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados em esquema de parcela subdividida com quatro repetições. Os tratamentos constaram de três regimes de irrigação: (i) irrigações quando a tensão da água no solo atingiu valores próximos a 20 kPa, (ii) irrigações quando a tensão da água no solo atingiu valores próximos a 60 kPa e (iii) uma testemunha não irrigada, os quais foram distribuídos em três densidades de plantio: (i) 2.500 plantas ha-1 (4,0 m x 1,0 m), 10.000 plantas ha-1 (2,0 m x 0,5 m) e 20.000 plantas ha-1 (1,0 m x 0,5 m). Foram estimadas as correlações fenotípicas entre as características de crescimento (altura da planta, diâmetro de caule e número de ramos plagiotrópicos) com a produção do cafeeiro (litros de café por planta) e produtividade (sacas de café beneficiado ha-1) em dois anos. Nas duas primeiras safras de lavouras irrigadas, a altura das plantas apresentou maior correlação com a produtividade em relação às demais características, já o número de ramos plagiotrópicos teve correlação positiva com a produtividade somente na primeira safra. Cafeeiros conduzidos em sistema de plantio adensado foram mais responsivos à irrigação.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Gleice Aparecida de Assis, Doutora em Agronomia/Fitotecnia. Bolsista Pós-Doutorado Júnior do CNPq. Universidade Federal de Lavras.
Departamento de Agricultura. Setor de Cafeicultura da Universidade Federal de Lavras.
Rubens José Guimarães, Professor Associado da Universidade Federal de Lavras.
Departamento de Agricultura. Setor de Cafeicultura da Universidade Federal de Lavras.
Myriane Stella Scalco, Engenheira Agrônoma. Pesquisadora da Universidade Federal de Lavras.
Departamento de Agricultura. Setor de Cafeicultura da Universidade Federal de Lavras.
Alberto Colombo, Professor Associado da Universidade Federal de Lavras.
Departamento de Engenharia. Universidade Federal de Lavras.
Augusto Ramalho de Morais, Professor Adjunto da Universidade Federal de Lavras.
Departamento de Ciências Exatas. Universidade Federal de Lavras.
João Paulo Santos Carvalho, Graduando em Agronomia/Universidade Federal de Lavras. Bolsista do CNPq.
Departamento de Agricultura. Setor de Cafeicultura da Universidade Federal de Lavras.
Published
2013-10-03
How to Cite
Assis, G. A. de, Guimarães, R. J., Scalco, M. S., Colombo, A., Morais, A. R. de, & Carvalho, J. P. S. (2013). Correlação entre crescimento e produtividade do cafeeiro em função do regime hídrico e densidade de plantio . Bioscience Journal, 30(3). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/18044
Section
Agricultural Sciences