Pochonia chlamydosporia e Bacillus subtilis no controle de Meloidogyne incognita e M. javanica em mudas de tomateiro

  • Rafael Henrique Fernandes
  • Bruno Sérgio Vieira Universidade Federal de Uberlândia. Campus Monte Carmelo.
  • Cícero Augusto Guimarães Fuga
  • Everaldo Antônio Lopes

Abstract

O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da aplicação de Pochonia chlamydosporia no solo e a microbiolização de sementes de tomateiro com Bacillus subtilis no controle de Meloidogyne incognita e M. javanica em condições de casa de vegetação. Os tratamentos foram constituídos pela incorporação no solo de 20g de milho triturado colonizado ou não pelo fungo, com ou sem microbiolização das sementes com a suspensão bacteriana (DO540 = 0,5) por 24 h. O solo dos vasos foi infestado com 5.000 ovos de M. javanica ou M. incognita. Nenhum tratamento alterou a massa da parte aérea e das raízes dos tomateiros em ambos os experimentos, tampouco reduziu o número de galhas dos nematoides aos 45 dias após o transplantio das mudas e infestação do solo. A microbiolização das sementes de tomateiro com B. subtilis reduziu em 62,6% o número de ovos de M. incognita, quando comparado com as sementes não tratadas, independentemente da aplicação do fungo. A combinação entre microbiolização de sementes com B. subtilis e a aplicação de P. chlamydosporia reduziu em mais de 80% o número de ovos de M. javanica em comparação com a adoção de apenas um dos tratamentos isoladamente.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Bruno Sérgio Vieira, Universidade Federal de Uberlândia. Campus Monte Carmelo.
Instituto de Ciências Agrárias (ICIAG)
Published
2013-10-03
How to Cite
Fernandes, R. H., Vieira, B. S., Fuga, C. A. G., & Lopes, E. A. (2013). Pochonia chlamydosporia e Bacillus subtilis no controle de Meloidogyne incognita e M. javanica em mudas de tomateiro . Bioscience Journal, 30(1). Retrieved from http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/18025
Section
Agricultural Sciences