Adaptabilidade e estabilidade fenotípica de genótipos de soja no estado do Mato Grosso = Phenotypical adaptability and stability of soybean genotypes in the state of Mato Grosso

Analy Castilho Polizel, Fernanda Cezar Juliatti, Osvaldo Toshiyuki Hamawaki, Raphael Lemes Hamawaki, Salomão Lima Guimarães

Abstract


Objetivou-se por este trabalho avaliar a adaptabilidade e estabilidade fenotípica de genótipos de soja no Estado do Mato Grosso. Foram testados 16 genótipos nas safras 2004/05 e 2005/06, nos municípios de Novo São Joaquim, Porto Alegre do Norte e Sinop, utilizando-se o delineamento de blocos casualizados e três repetições. Os métodos de adaptabilidade e estabilidade avaliados foram: Plaisted e Peterson, Wricke, Annicchiarico, Lin e Binns, Eberhart e Russel, Cruz, Torres e Vencovsky e AMMI. Após as análises dos dados, conclui-se que as metodologias estudadas foram concordantes e complementares quanto aos resultados de análise de adaptabilidade e estabilidade fenotípica. Os ambientes diferiram quanto à favorabilidade em função do ano agrícola. A linhagem UFU 23 apresentou alta adaptabilidade e estabilidade fenotípica em todas as metodologias estudadas.

Keywords


Glycine max, melhoramento, produtividade, linhagens.



Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Bioscience Journal
ISSN 1981-3163 - Online Journal
ISSN 1516-3725 - Printed Journal
Federal University of Uberlandia
Av. Para, 1720
Bloco 2U - Sala 24
Campus Umuarama
B. Umuarama
38400-902 - Uberlandia, MG, Brasil
Fone: +55-34-3218-2546
biosciencej@ufu.br